Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Poder Judiciário da UniãoTribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Navegação

Ferramentas Pessoais
Principal Institucional Imprensa Notícias 2018 Abril Varas do TJDFT são agraciadas com Selo de Cumprimento de Metas

Varas do TJDFT são agraciadas com Selo de Cumprimento de Metas

por RM — publicado em 13/04/2018 13:10

Entrega do Selo de Cumprimento das Metas 1 e 2O Corregedor de Justiça do TJDFT, desembargador Cruz Macedo, entregou, na manhã desta sexta-feira, 13/4, os Selos de Cumprimento das Metas 1 e 2 do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, em cerimônia realizada no plenário do Tribunal do Júri de Brasília. Os Selos foram concedidos a 193 serventias judiciais que alcançaram os objetivos propostos pelo CNJ.

Estavam presentes magistrados, diretores de secretaria e servidores das serventias agraciadas. A mesa de autoridades foi composta pelo Corregedor de Justiça do TJDFT, desembargador Cruz Macedo; pelo juiz-assistente da Corregedoria e gestor das Metas Nacionais de 1º grau no TJDFT, Luis Martius Holanda Bezerra Júnior; pelo juiz-assistente da 1ª Vice-Presidência, Lizandro Garcia Gomes Filho; pelo Secretário-Geral da Corregedoria, Ricardo Augusto Barros Mendes; e pelo chefe de gabinete da Corregedoria, Alexandre Aquino.

O juiz Luis Martius fez o discurso de abertura e se disse muito satisfeito com esta segunda cerimônia de entrega dos Selos de Metas, que nada mais é, segundo ele, que “uma radiografia atualizada da situação vivenciada pelo Tribunal”. O magistrado ressaltou que o elevado número de serventias que alcançaram os objetivos propostos pelo CNJ mostra que o TJDFT realizou com sucesso sua estratégia de diagnosticar os pontos que impediam o alcance das metas em anos anteriores.

“Agradeço toda a confiança depositada no nosso trabalho e gostaria de salientar que hoje temos o Selo Ouro do Justiça em Números, relatório do CNJ, e estamos com todos os alicerces plantados para conseguirmos o Selo Diamante, o que é altamente factível e possível que ocorra ainda neste ano”, destacou o magistrado.

Entrega do Selo de Cumprimento das Metas 1 e 2Em seguida, o Corregedor Cruz Macedo ressaltou a felicidade com que encerra sua participação na gestão de um Tribunal que se destaca no cenário nacional, fato creditado, por ele, ao trabalho dos magistrados e servidores da Casa.

“As estratégias que traçamos no passado de conversar com magistrados e diretores de secretarias para identificarmos falhas e propormos melhorias na gestão dos processos judiciais, além do trabalho fundamental do Núcleo Permanente de Gestão de Metas de 1º Grau - NUPMETAS, com o apoio da 1ª Vice-Presidência, nos permitiram cumprir todos os projetos criados pela Corregedoria e alcançar as Metas do CNJ. Esta foi a grande realização desta gestão do Tribunal, em um trabalho conjunto e de qualidade de todos os magistrados e servidores”, disse o Corregedor.

A cerimônia foi encerrada com a entrega dos respectivos Selos aos representantes das serventias agraciadas.

 

As Metas do Conselho Nacional de Justiça

Entrega do Selo de Cumprimento das Metas 1 e 2A Meta 1 para 2017 determinava “julgar quantidade maior de processos de conhecimento do que os distribuídos no ano corrente” e a Meta 2, "identificar e julgar, até 31/12/2017: no 1º grau, pelo menos 80% dos processos distribuídos até 31/12/2013; nos Juizados Especiais e nas Turmas Recursais, 100% dos processos distribuídos até 31/12/2014".

Selos de cumprimento das Metas no TJDFT

Os Selos de Cumprimento da Meta 1 e da Meta 2 de 2017 foram instituídos pela Corregedoria da Justiça do TJDFT por meio da Portaria GC nº 198/2017. Tais Selos consistem em distinções concedidas por ato do Corregedor a serventias que cumprirem a integralidade das Metas Nacionais 1 e 2 do CNJ, conforme aferição realizada por segmento pelas coordenadorias do NUPMETAS e da Coordenadoria de Correição e Inspeção Judicial – COCIJU. O objetivo da comenda, segundo a Corregedoria, é “fomentar a produtividade no âmbito específico do primeiro grau de jurisdição, consolidando a política de valorização de magistrados e servidores”.

ícone twitter  ícone facebook  Enviar notícia por WhatsApp