Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Poder Judiciário da UniãoTribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Navegação

Ferramentas Pessoais
Principal Institucional Imprensa Notícias 2018 Julho TJDFT e SEJUS/DF instalam núcleo Pró-Vítima no Fórum de Planaltina

TJDFT e SEJUS/DF instalam núcleo Pró-Vítima no Fórum de Planaltina

por TT — publicado em 10/07/2018 18:50

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT e a Secretaria de Estado de Justiça e de Cidadania do Distrito Federal – SEJUS/DF realizam, nesta sexta-feira, 13/7, às 14h30, cerimônia de instalação do núcleo Pró-Vítima no Fórum de Planaltina. O objetivo do programa, desenvolvido pela SEJUS/DF, é prestar assistência social e psicológica a vítimas de violência em crimes de homicídio, latrocínio, estupro, feminicídio, sequestro, entre outros.

Para viabilizar a instalação do Pró-Vítima em Planaltina, durante a cerimônia, o Presidente do TJDFT, desembargador Romão C. Oliveira, e o secretário da SEJUS/DF, Francisco de Assis da Silva, assinarão termo de cessão de uso do espaço do Tribunal. A cerimônia contará ainda com a presença da 2ª Vice-Presidente do TJDFT, desembargadora Ana Maria Duarte Amarante Brito; da juíza assistente da 2ª Vice-Presidência do Tribunal, Luciana Yuki Fugishita Sorrentino; da juíza Catarina de Macedo Nogueira Lima e Correa, coordenadora do Núcleo Permanente de Justiça Restaurativa – NUJURES; entre outras autoridades do MPDFT, da Defensoria Pública, da OAB, da PCDF e da PMDF.

A instalação do núcleo é fruto de parceria entre o TJDFT, por meio do NUJURES, vinculado à 2ª Vice-Presidência do Tribunal, e a SEJUS/DF, tendo em vista a valorização da pessoa vitimada, a excelência no atendimento e a contribuição para o desenvolvimento da sociedade. A ideia é propiciar à vítima um lugar de destaque no processo penal, principal objetivo da Justiça Restaurativa.

Por meio do programa, crianças, adolescentes, adultos, idosos e familiares, vítimas de violência em processos que tramitam nas varas e juizados criminais e de violência doméstica de Planaltina e no NUJURES, poderão ser encaminhados pelos juízes para atendimento por equipe multidisciplinar da SEJUS/DF, composta por psicólogos e assistentes sociais.

ícone twitter  ícone facebook