Voluntariar-se para atuar como Agente Comunitário de Justiça e Cidadania

O que é?

Trata-se de serviço que recepciona interessados em se tornar voluntários no Programa Justiça Comunitária. Os cidadãos voluntários atuam em três eixos: educação para os direitos, mediação de conflitos e articulação de redes sociais.

Unidade responsável

Programa Justiça Comunitária - PJC.

Quem pode utilizar o serviço?

Qualquer cidadão que possua vínculo com uma das seguintes regiões administrativas: Ceilândia, Samambaia, Taguatinga e São Sebastião.

Quais são os requisitos necessários para obter o serviço?

Participar da seleção e capacitação de agentes comunitários.

Há custos para obter o serviço?

Não.

Quais são as formas de atendimento?

Por e-mail:

Encaminhar mensagem para justicom@tjdft.jus.br.

Por telefone:

Em contato com o Centro do Programa Justiça Comunitária - PJC, nos dias úteis, das 12h às 19h.

Presencialmente:

Nas unidades listadas a seguir, nos dias úteis, das 12h às 19h:

Quais são as principais etapas para a realização do serviço?

O processo seletivo envolve as etapas:

  1. Minicurso em Justiça Comunitária  com 4 horas/aula;
  2. Curso de sensibilização em Justiça Comunitária com 24 horas/aula;
  3. Estágio;
  4. Credenciamento.

Qual o prazo máximo para obtenção do serviço?

O processo pode durar até 6 (seis) meses.

Em que dias e horários é possível acessar o serviço?

Nos dias úteis, das 12h às 19h.

Como consultar a situação de realização do serviço?

Por e-mail:

Encaminhar mensagem para justicom@tjdft.jus.br.

Por telefone:

Em contato com o Centro do Programa Justiça Comunitária - PJC.

Como tirar dúvidas e receber orientações para obter o serviço?

Pela internet:

No site do TJDFT > Informações > Cidadania > Justiça Comunitária.

Por e-mail:

Encaminhar mensagem para justicom@tjdft.jus.br.

Por telefone:

Em contato com o Centro do Programa Justiça Comunitária - PJC.

Quais são as normas que orientam o serviço?

Resolução 3 de 03/07/2006.