Rede Solidária lança calendário de cursos para este semestre

por Liliana Faraco de Freitas — publicado 2019-08-23T16:00:00-03:00

calendário de cursos.jpegO programa social da Vara da Infância e da Juventude (VIJ/DF), Rede Solidária Anjos do Amanhã, lança o calendário de cursos deste segundo semestre para capacitar os profissionais do sistema de garantia de direitos infantojuvenis. O conteúdo programático prevê a realização dos cursos Perdão e Reconciliação, Comunicação Não Violenta e Escuta Qualificada, cujos encontros acontecem entre setembro e dezembro de 2019 na Sociedade Eunice Weaver de Brasília, localizada na 909 Norte, ao lado da antiga sede da VIJ/DF. Em breve as inscrições estarão abertas. Confira a programação ao final da matéria. 

A capacitação é destinada às equipes técnicas das instituições de acolhimento e das unidades de medidas socioeducativas, aos voluntários do programa Rede Solidária Anjos do Amanhã e aos servidores da VIJ/DF e da Vara de Execução de Medidas Socioeducativas do Distrito Federal (VEMSE). Os três cursos se sustentam em uma pedagogia vivencial, com foco no autoconhecimento e no desenvolvimento pessoal dos participantes. De um modo geral, eles se comunicam e se reforçam entre si em termos de conteúdo e aprendizagem, fomentando a cultura de paz e o olhar humanizado para crianças e adolescentes e, ainda, servindo ao propósito paralelo de cuidar de quem cuida. 

Segundo Gelson Leite, supervisor da Rede Solidária Anjos do Amanhã, um importante norteador acordado com os ministrantes dos cursos será o monitoramento e acompanhamento dos participantes após a formação. “Entendemos que a mudança não é um acontecimento mágico. Ela depende de investimento sistemático e continuidade das ações”, afirma. Gelson diz que a ideia é formar núcleos de práticas, mediados por facilitadores, aos quais os alunos possam se reportar para dirimir suas dúvidas e reforçar o aprendizado. Com isso, o supervisor acredita que um dos objetivos traçados pela Rede Solidária pode ser alcançado: “A  formação de multiplicadores de conteúdo e de práticas em condições de agregar valor às culturas organizacionais em que eles estão inseridos e promover algum nível de mudança nas relações e, principalmente, gerar mais efetividade das medidas protetivas aplicadas ao nosso público-alvo prioritário – crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social”.

PROGRAMAÇÃO 

CURSO PERDÃO E RECONCILIAÇÃO 

APRESENTAÇÃO

“A realidade só pode ser transformada se nós, os protagonistas da mudança, nos transformamos” (Pichon Riviére) 

“Guardar rancor e ressentimento é como tomar veneno querendo que o outro morra” (Shakespeare)

A violência afeta agressores e vítimas em três dimensões básicas de suas personalidades: segurança de si mesmo, significado da vida e sociabilidade. Diante das causas e consequências da violência, a Escola de Perdão e Reconciliação (ESPERE), uma rede internacional que utiliza a pedagogia do perdão como direito humano, oferece aos atores da violência ou que sofreram violência recursos para aprender a lidar com as emoções e para trabalhar sobre as sequelas advindas dessas ações. 

A metodologia aplicada pela ESPERE possibilita recompor o equilíbrio perdido por meio de três ferramentas: ambiente seguro, liberação interior para poder reinterpretar as perdas de sua vida e sociabilidade ou contato para estimular vínculos verdadeiros que incentivem a confiança e a cooperação, o que permite aos envolvidos assumir a decisão de vivenciar um processo de cura das feridas. E, com isso, as pessoas podem ser multiplicadoras da paz onde convivem e trabalham.

O tema do perdão e reconciliação vem merecendo maior espaço nas ciências sociais e ambientes de convivência de instituições comunitárias. Essa metodologia foi concebida por Leonel Narvaéz, colombiano, e é praticada em mais de 20 países.

O perdão requer esforço de crescimento interior, e a reconciliação, trabalho cuidadoso de reconstrução.

OBJETIVO GERAL

Adotar estratégias, táticas, técnicas, logística para que os participantes possam entrar em contato com as possibilidades do perdão e reconciliação visando ao redirecionamento em suas vidas, no interior da instituição, na família, na comunidade e na sociedade.

PÚBLICO-ALVO

Equipes técnicas, cuidadores e dirigentes das instituições de acolhimento, equipes das unidades de medidas socioeducativas, voluntários da Rede Solidária Anjos do Amanhã e servidores da VIJ/DF.

PERÍODO: 12 encontros – de 10/9 a 3/12/19, às terças-feiras. Haverá intervalo de uma semana entre a mudança dos módulos “Perdão” e “Reconciliação”.

HORÁRIO:  das 8h30 às 12h30

CARGA HORÁRIA: 36 horas

LOCAL:  Sociedade Eunice Weaver de Brasília – SGAN 909, ao lado da antiga sede da VIJ/DF

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

I Momento – Perdão

Módulo I – Novos caminhos

Módulo II – Da escuridão à luz

Módulo III – Decido perdoar

Módulo IV – Vejo com novos olhos

Módulo V – Compartilhando a dor

Módulo VI – Estabeleço uma ponte

II Momento – Reconciliação

Módulo VII – Construo a verdade

Módulo VIII – Promovo a justiça

Módulo IX – Estabeleço um pacto

Módulo X – Celebro a reconciliação

COORDENADORAS 

Maria Acirene Almeida Braga – assistente social e coordenadora regional da ESPERE

Leda Breitenbach Barreiro – psicóloga

NÚMERO DE PARTICIPANTES:  25

CURSO ESCUTA QUALIFICADA 

APRESENTAÇÃO

“Ouvir é um grande desafio. Desafio de abertura interior, de impulso na direção do próximo, de comunhão com ele, de aceitação dele como é e como pensa. Ouvir é proeza. Ouvir é raridade. Ouvir é ato de sabedoria. Depois que a pessoa aprende a ouvir, ela passa a fazer descobertas incríveis, escondidas ou patentes, em tudo aquilo que os outros estão dizendo a propósito de falar.” (Arthur da Távola)

O conteúdo programático envolve a Abordagem Centrada na Pessoa (ACP); relação de ajuda da ACP; o ouvir ativo e treinamento de papéis.

PÚBLICO-ALVO

O curso se destina às equipes técnicas, cuidadores e dirigentes das instituições de acolhimento, equipes das unidades de medidas socioeducativas, voluntários da Rede Solidária Anjos do Amanhã e servidores da VIJ/DF. 

PERÍODO:  2 encontros – 31/10 e 7/11/19 (quintas-feiras) 

HORÁRIO:  das 9h às 12h30

CARGA HORÁRIA:  7 horas

LOCAL:  Sociedade Eunice Weaver de Brasília – SGAN 909, ao lado da antiga sede da VIJ/DF

NÚMERO DE PARTICIPANTES:  25 

MINISTRANTE: Maria Amélia – psicóloga, instrutora de mindfulness, especialista em docência superior, facilitadora de cursos do Centro de Valorização da Vida (CVV).

CURSO COMUNICAÇÃO NÃO VIOLENTA

APRESENTAÇÃO

A prática da Comunicação Não Violenta (CNV) amplia a nossa capacidade de conexão, escuta empática, observação; favorece a realização de escolhas mais conscientes; inspira a agirmos de forma compassiva e solidária. Sua utilização proporciona o resgate do que há de mais genuíno nas pessoas, que são suas emoções,  seus valores e a capacidade de se expressarem com empatia e autenticidade, em busca do seu bem-estar e dos que as cercam. 

A CNV favorece o aprimoramento da qualidade das relações entre casais, companheiros, amigos, filhos, vizinhos, colegas de trabalho e todas as pessoas com as quais interagimos. 

PÚBLICO-ALVO

O curso se destina às equipes técnicas, cuidadores e dirigentes das instituições de acolhimento, equipes das unidades de medidas socioeducativas, voluntários da Rede Solidária Anjos do Amanhã e servidores da VIJ/DF. 

PERÍODO:  2 encontros – 10/10 e 17/10 (quintas-feiras)

HORÁRIO:  das 9h às 13h e das 14h às 18h

CARGA HORÁRIA: 16 horas

LOCAL: Sociedade Eunice Weaver de Brasília – SGAN 909, ao lado da antiga sede da VIJ/DF

NÚMERO DE PARTICIPANTES:  25

MINISTRANTE:  Edisa Lopes – enfermeira, terapeuta holística, comunitária, transpessoal, psicodramatista, leader coach e facilitadora de cursos de Mediação de Conflito e Comunicação Não Violenta.