Parceria com Anjos do Amanhã possibilita contribuição financeira a entidades de acolhimento

A doação veio em boa hora para entidades que cuidam de crianças e adolescentes
por Liliana Faraco de Freitas — publicado 2019-09-06T12:24:00-03:00

Foto contribuição.jpegNesta quinta-feira (5/9), em uma solenidade no auditório do Fórum da Infância e da Juventude do DF, os dirigentes de 13 instituições de acolhimento do DF e representantes de outras três entidades que trabalham com crianças e adolescentes receberam contribuição financeira, intermediada pela parceria entre a Federação Brasileira de Coaching Integrado e Sistêmico (FEBRACIS) e a Vara da Infância e da Juventude do DF (VIJ-DF), por meio de seu programa social, Rede Solidária Anjos do Amanhã.

O juiz Renato Rodovalho Scussel, titular VIJ-DF, abriu a cerimônia e exaltou a iniciativa externando gratidão a todos que dela participam. Cada um dos dirigentes recebeu um cheque simbólico dos diretores da FEBRACIS Giovanni Santos e Taís Ramalho no valor de aproximadamente 9 mil reais. Com a doação, a Federação de Coaching se tornou parceira da Rede Solidária Anjos do Amanhã e recebeu como forma de reconhecimento uma estatueta e um certificado do programa social da VIJ-DF.

Representado o presidente da FEBRACIS, o diretor das filiais de Brasília e Goiânia, Giovanni Santos, explicou que a doação foi arrecadada pelos participantes do curso Criação de Riqueza, ministrado pelo Mastercoach Paulo Vieira, em virtude de uma dinâmica estipulada por ele e revertida em prol de instituições sem fins lucrativos dos estados e do DF, sugeridas pelos cursistas. Giovanni informou que a FEBRACIS dobrou o valor contribuído. Presentes na referida capacitação, a diretora-geral administrativa da VIJ-DF, Simone Resende, e o coordenador do Núcleo de Planejamento Estratégico da VIJ-DF, Reginaldo Ferrari, sugeriram como beneficiárias as instituições de acolhimento do DF, e o Anjos do Amanhã indicou outras três entidades parceiras.  

 Giovanni dirigiu breves palavras ao público e refletiu sobre o papel da sociedade no zelo às crianças: “O ideal é que o cuidado, o amor e o carinho venham dos pais e das mães, mas se isso não é possível, que seja o nosso amor e atenção, pois nessa fase está sendo formado o indivíduo e ele jamais se esquecerá  dessa referência de amor de cuidadores e voluntários”.  

Ao se pronunciar, a diretora Simone Resende agradeceu a parceria com a FEBRACIS, falou sobre a missão de quem trabalha com a infância e juventude e relembrou o início da Rede Solidária Anjos do Amanhã. “A missão não é somente cumprir as atribuições do cargo é realmente abraçar a causa, para que as metas em prol das crianças e dos adolescentes sejam alcançadas. E para resolução de nossos problemas, nós utilizamos ferramentas tradicionais e dotadas de criatividade, como a criação do Anjos do Amanhã em 2006. Foi pensada uma rede de voluntários e parcerias para garantir que os direitos de crianças e adolescentes fossem cumpridos de imediato. Hoje apoiamos as instituições de acolhimento e conseguimos realizar a inserção de adolescentes no mercado de trabalho”. 

Investir na primeira infância tem retorno garantido

Scussel, ao se referir ao Anjos do Amanhã, que conta com 167 voluntários ativos, disse que os programas de maior retorno para a sociedade são aqueles que se apoiam em uma rede e por meio dela leva às famílias toda a sorte de recursos de diferentes áreas. Sobre o incentivo na formação das crianças, o magistrado asseverou que “focar na infância representa um investimento concreto e um retorno palpável. Uma pesquisa conduzida pelo Nobel da Paz em Economia no ano 2000, James Heckman, revela que a cada um dólar investido na primeira infância há uma perspectiva concreta de retorno de 7 dólares. É uma fase em que o cérebro se desenvolve mais rápido e ficou comprovado que se reverte em custos com segurança, saúde, educação”.

contribuição 2.jpgAna Lúcia Antunes, coordenadora técnica da instituição de acolhimento Lar de São José, disse que a entidade estava passando por dificuldades financeiras e o recurso veio em boa hora para as 70 crianças e adolescentes acolhidos. “Receber um valor alto assim já vai direto para alimentação deles e garante a continuidade na qualidade do atendimento prestado. Agradeço muito à VIJ e ao Anjos, por celebrarem a parceria com a FEBRACIS. Creio que a missão dela também vai ao encontro do nosso trabalho. É um sonho se todas as empresas também tivessem esse olhar e investissem na infância para ter esse retorno de formar cidadãos”, disse.

A solenidade também foi acompanhada pela juíza Lavínia Tupy, titular da Vara de Execução de Medidas Socioeducativas do Distrito Federal (VEMSE); pelo supervisor Gelson Leite, da Rede Solidária Anjos do Amanhã; servidores da VIJ e da VEMSE, e equipe psicossocial e administrativa das entidades de acolhimento.

Entidades de acolhimento que receberam doações:

1) Ampare - Associação de Mães Protetoras, Amigos e Recuperadora de Excepcionais
2) Batuíra - Obras Sociais do Centro Espírita
3) Bezerra de Menezes
4) Casa do Caminho
5) Casa de Ismael

6) Casa Transitória de Brasília
7) Grupo Luz e Cura
8) Obras Sociais do Centro Espírita Irmão Áureo
9) Lar da Criança Padre Cícero
10) Lar de São José
11) Lar Infantil Chico Xavier
12) Nosso Lar - Sociedade Cristã Maria e Jesus
13) Vila do Pequenino Jesus

Outras entidades parceiras do Anjos que também receberam doação:

14) Instituto Doando Vida

15) Projeto Gol Transformando Vidas

16) Instituto Chamaeleon