Rede Solidária intermedeia doação de materiais escolares a três instituições do DF

por Daphne Arvellos - SECOM/VIJ-DF — publicado 2020-02-11T16:10:27-03:00

Doação AnjosCrianças e adolescentes de três instituições de acolhimento do Distrito Federal vão ter um reforço na volta às aulas com a doação de materiais escolares intermediada pela Rede Solidária Anjos do Amanhã, programa de voluntariado da Vara da Infância e da Juventude (VIJ-DF). A entrega dos itens foi feita nesta segunda-feira (10), no Fórum da Infância e da Juventude. Os materiais devem beneficiar cerca de 80 meninos e meninas da Casa da Criança Batuíra, da Casa Transitória e do Lar de Eurípedes.

Desde agosto de 2019, as atividades de recebimento e entrega de doações de voluntários não são mais desempenhadas diretamente pela Rede Solidária Anjos do Amanhã. Por isso, neste ano não foi possível realizar a Campanha do Material Escolar como nos anos anteriores. Com a mudança, as ações do eixo de doações passaram a ser executadas no formato de intermediação. Assim, os voluntários regulares e os novos podem se dirigir à Rede Solidária para serem orientados quanto às instituições ou famílias mais necessitadas do bem a ser doado. Eles também são acionados quando há alguma demanda específica da parte dos atendidos pelo programa da VIJ-DF.

“A mudança no tratamento das doações deveu-se à necessidade de adequação das rotinas de atividades do Anjos do Amanhã às novas instalações da VIJ-DF (inauguradas em junho de 2019), assim como de redirecionamento da força de trabalho para ações prioritárias do programa”, explica o supervisor da Rede Solidária, Gelson Leite. Ele esclarece ainda que casos excepcionais de recebimento e entrega de doações podem ser atendidos, a partir de determinação judicial ou após análise da demanda pela equipe técnica do programa, como foi o caso das doações de materiais escolares.

Apoio nas ações

Apesar da mudança, as instituições que mais necessitavam dos materiais escolares não ficaram sem apoio. “Recebemos as solicitações das instituições e entramos em campo pra fazer a intermediação”, explica o supervisor Gelson Leite. “O recurso voluntário continua sendo acolhido. A gente só mudou a forma de trabalhar com o recurso. Quando chega uma demanda, nós acionamos os voluntários. Muitos deles ainda procuram ou ficam em estado de prontidão”, completa.

Procurado pelo Anjos, o grupo “Junta tudo e vem ajudar” (@juntatudoevemajudar) foi responsável pela doação de 65 kits de materiais escolares com mochilas, lápis de cor, caderno, além de estojo recheado de itens. Juliana Paiva e Tarciana Barbosa, participantes da iniciativa, explicam que o grupo se mobiliza nas redes sociais e entre amigos para promover campanhas voluntárias ao longo do ano, sendo uma delas no início do período escolar.

Também foram recebidas doações do Conselho Nacional de Justiça, a partir de mobilização interna da “Campanha de Volta às Aulas Solidária 2020” e da voluntária Cristiane Camargo, que fez a doação de outros 60 estojos. O supervisor da Rede Solidária reforça a importância dessa intermediação feita pelo programa de voluntariado da VIJ-DF. “Com certeza, vão ter uma destinação muito importante: viabilizar o acesso de crianças e adolescentes à escola”, destaca Gelson.