Fórum da Infância e Novacap comemoram execução de projeto paisagístico

por Liliana Faraco de Freitas — publicado 2020-11-19T18:32:21-03:00

Todos.JPG

A execução do projeto paisagístico do Polo de Justiça, Cultura e Cidadania concebido pela Novacap foi finalizada e comemorada nesta quinta-feira, dia 19/11, com um café da manhã na sede do Fórum. O juiz Renato Scussel, coordenador da Infância e da Juventude do DF, recebeu os colaboradores da empresa para uma breve e singela confraternização.

Presente ao evento, o diretor de Urbanização da Novacap, Sérgio Lemos, agradeceu a oportunidade da parceria com a Justiça da Infância e da Juventude. “Temos muito orgulho de fazer parte dessa equipe que mantém a cidade limpa e bonita. Executar esse projeto foi de grande importância para nós, que também reconhecemos o trabalho de vocês", disse.

O juiz se dirigiu aos representantes da Novacap e aos seus colaboradores e lembrou que a empresa esteve presente também na demolição da antiga edificação do terreno e na construção do Polo, efetivando a limpeza do lote e o plantio da grama. “A Novacap foi criada para construir a nova capital do País e ainda hoje permanece embelezando a nossa cidade. É preciso valorizar e preservar essa instituição e as pessoas vinculadas a ela que, com sol ou chuva, trabalharam muito para finalizar esse projeto a tempo”, declarou Scussel.

mosaico café da manhã com a Novacap.pngO magistrado convidou todos a se confraternizarem e externou a sua gratidão: "É momento de agradecer a vocês que estiveram todos os dias aqui, com sol ou chuva, para terminar a tempo o projeto. Com essa confraternização, gostaríamos que vocês se sentissem parte da nossa Casa e que possam falar com orgulho daqui a alguns anos que ajudaram a plantar aquela palmeira ou aquele ipê”.  

O momento contou ainda com a participação do assessor técnico da Vara da Infância e da Juventude do DF, Eustáquio Coutinho, e do diretor do Departamento de Parques e Jardins, Raimundo Silva.

O projeto foi entregue pela Novacap em 3/11 e contemplou o plantio de árvores, palmeiras, ervas e arbustos, como Ipê-amarelo, Locuba, Érica roxa e Leia rubra, além de gramas, espécies da flora que darão mais vida e cor ao Polo.