Projeto de saúde bucal para crianças acolhidas precisa de doação de materiais de construção

Instituição de acolhimento vai receber consultório odontológico e espera atender 400 crianças por ano
por Daphne Arvellos Dias — publicado 2020-10-02T14:00:00-03:00

batuíra_parceiros.pngMateriais de construção estão sendo arrecadados para viabilizar reforma de espaço que abrigará um Centro de Atendimento Multidisciplinar na instituição de acolhimento Casa da Criança Batuíra (Ceilândia Norte). A estimativa é que ele vá atender 400 crianças e adolescentes por ano. O espaço contará com um consultório odontológico, sala de informática e uma biblioteca. A iniciativa faz parte do Projeto Sorriso Aberto, idealizado pela Rede Solidária Anjos do Amanhã, programa de voluntariado da Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal (VIJ-DF), e parceiros.

São desejadas doações de materiais de construção e acabamento, de mão de obra (pedreiros, eletricistas, pintores, vidraceiros) e contribuições financeiras. As doações podem ser entregues na sede da Casa da Criança Batuíra, na QNM 32, Módulo C, Área Especial, Ceilândia Norte - DF. Doações em dinheiro devem ser efetuadas por meio de transação bancária para a conta da instituição: Banco do Brasil, Agência 3478-9, C/C 54581-3, Casa da Criança Batuíra, CNPJ 00.574.434/0001-03. Mais informações sobre doações pelo número (61) 98256-8814.

O voluntariado da Rede Solidária Anjos do Amanhã doou os equipamentos para o consultório odontológico, projetos de  reforma para o local e orçamentos para aquisição de materiais de construção e mão de obra. A Instituição já possui computadores para a sala de informática e livros para a biblioteca, precisando dos materiais e de outros tipos de mão de obra para conclusão do centro. 

Rogério Cabral, psicólogo e captador de recursos da Casa Batuíra, fala que, além dos cerca de 50 crianças e adolescentes lá acolhidos, serão atendidos jovens de outras instituições como o Lar de São José, o Lar Bezerra de Meneses, a Casa Transitória de Brasília e a Casa de Ismael. Eliana Silva, servidora da Rede Solidária, lembra que quase 500 crianças e adolescentes vivem em instituições de acolhimento no DF. Dessas, pelo menos 90% chegam com problemas odontológicos. “Quem puder ajudar o projeto estará ajudando a manter o sorriso de crianças que foram, em sua maioria, vítimas de negligência, violência ou abandono".

Os equipamentos para o consultório odontológico foram doados por uma das idealizadoras e dentista voluntária do Anjos do Amanhã, Vanessa Fonseca de Gouvêa. Ela conta que o feliz encontro de profissionais com boa vontade e desprendimento tem tornado a ideia realidade. “Através de um trabalho de saúde bucal integrativo, associado às terapias naturais que promovem resultados duradouros, espero plantar em cada pessoa que passar por esse projeto a consciência de ser possível conquistar qualidade de vida e longevidade a partir de atitudes simples e generosas”, pontua Vanessa. O projeto conta ainda com a participação de arquitetos, engenheiros e pintores voluntários.

Serviço

Campanha para o projeto Sorriso Aberto

Tipos de doações: Materiais de construção e acabamento, mão de obra e contribuições financeiras.

Local da entrega: Casa da Criança Batuíra - QNM 32, Módulo C, Área Especial, Ceilândia Norte - DF.

Doações em dinheiro:

  • Banco do Brasil
  • Agência 3478-9
  • C/C 54581-3
  • Casa da Criança Batuíra
  • CNPJ 00.574.434/0001-03

Mão de obra voluntária e outros esclarecimentos sobre doações: (61) 98256-8814 (Rogério Cabral). 

Demandas de imprensa: midia.vij@tjdft.jus.br