Rede Solidária leva musicalidade para crianças e adolescentes acolhidos

por Liliana Faraco - SECOM/VIJ-DF — publicado 2022-05-06T18:20:00-03:00

Crianças e adolescentes estão sentados no chão de uma quadra esportiva assistindo aos ensinamentos de uma voluntária, que tem uma caneta e um quadro a sua frente.

Crianças e adolescentes estão sentados no chão de uma quadra esportiva assistindo aos ensinamentos de uma voluntária.Levar musicalidade para dentro das instituições de acolhimento visando elevar a autoestima, o bem-estar e a flexibilidade de crianças e adolescentes é a mais recente proposta da Rede Solidária Anjos do Amanhã, programa social da Vara da Infância e da Juventude do DF (VIJ-DF). A Casa de Ismael, localizada na Asa Norte, é a primeira entidade a receber o projeto de música e dança.

A iniciativa é realizada pela voluntária Maria Luíza Campos Dias, universitária com vasta experiência em dança. Cerca de 30 crianças, adolescentes e egressos da Casa de Ismael participaram do início do projeto, dia 29/4. A ideia é introduzir a musicalidade, o estudo de ritmo em composições orientais e o ensino de consciência corporal de forma lúdica e livre. Os encontros acontecem aos fins de semana.

“Evidenciada a necessidade de mais apoio na garantia aos direitos prioritários a lazer e cultura dos acolhidos na Casa de Ismael, a Rede Solidária Anjos do Amanhã aproveitou a disponibilidade, boa vontade e talento da voluntária Maria Luíza para iniciar o projeto de dança na instituição. Diversão, entretenimento e aprendizado estão garantidos nos fins de semana da entidade”, afirma Márcio Alves, supervisor da Rede.