Pílulas de Saúde

 

17/11 – Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata 17/11 – Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata

Em 17/11 é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, data que deu origem ao movimento Novembro Azul e teve início em 2.003, na Austrália, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce das doenças que atingem a população masculina. Diariamente, 42 homens morrem em decorrência do câncer de próstata e, aproximadamente, 3 milhões vivem com a doença. É a segunda maior causa de morte por câncer em homens no Brasil. São estimados para este ano 68.220 novos casos.

O que significa ter saúde? O que significa ter saúde?

Muito além da ausência de doenças, é preciso considerar o bem-estar físico, mental e social. Pode parecer óbvio dizer que uma pessoa está saudável quando não está doente. Essa ideia não está totalmente errada, mas o conceito de saúde pode ser ainda mais amplo. Principalmente levando em consideração o que pode provocar o surgimento das doenças.

Saúde do homem: prevenção é fundamental para uma vida saudável Saúde do homem: prevenção é fundamental para uma vida saudável

Cada vez mais pesquisas comprovam que a saúde, mais do que genética, é consequência das escolhas e hábitos de vida. Hábitos saudáveis e acompanhamento de saúde preventivo são o caminho para o envelhecimento com qualidade de vida. Porém os homens costumam dar menos atenção à saúde e realizam menos consultas médicas. Um levantamento do Centro de Referência em Saúde do Homem de São Paulo mostra que 70% das pessoas do sexo masculino que procuram um consultório médico tiveram a influência da mulher ou de filhos. O estudo também revela que mais da metade desses pacientes adiaram a ida ao médico e já chegaram com doenças em estágio avançado.

25/10 – Dia Nacional da Saúde Bucal 25/10 – Dia Nacional da Saúde Bucal

Instituída pela Lei nº 10.465/2.002, esta data comemorativa tem o objetivo de chamar a atenção para a importância da saúde bucal. A boca desempenha importantes funções que repercutem na saúde do organismo como um todo. Além de exercer papel fundamental na fala, na mastigação e na respiração, a boca é a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio ambiente, sendo a porta de entrada para bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde.

16 de outubro - Dia Mundial da Alimentação 16 de outubro - Dia Mundial da Alimentação

Dia Mundial da Alimentação é comemorado no 16 de outubro e foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão a respeito do quadro atual da alimentação mundial. A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945. A primeira comemoração da data ocorreu no ano de 1981, quando o tema abordado foi “A comida vem primeiro”.

11/10 – Dia Mundial da Obesidade e Dia Nacional de Prevenção da Obesidade 11/10 – Dia Mundial da Obesidade e Dia Nacional de Prevenção da Obesidade

O foco principal, promovido pela SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia) é divulgar a importância do tratamento e do acompanhamento da obesidade por profissionais capacitados. O Dia Nacional de Prevenção da Obesidade foi instituído pela Lei nº 11.721/2.008, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção da obesidade. É fundamental aumentar a conscientização sobre prevalência, gravidade e diversidade do estigma do peso. Os retratos da obesidade na mídia frequentemente reforçam estereótipos imprecisos e negativos sobre pessoas obesas, o que pode levar ao estigma do peso. As campanhas pedem uma movimentação para acabar com o uso de linguagem ou imagens estigmatizantes e comecem a retratar a obesidade de maneira justa, precisa e informativa.

Outubro Rosa - Eu cuido da minha saúde todos os dias. E você? Outubro Rosa - Eu cuido da minha saúde todos os dias. E você?

O movimento internacional de conscientização para a detecção precoce do câncer de mama, Outubro Rosa, foi criado no início da década de 1990, quando o símbolo da prevenção ao câncer de mama — o laço cor-de-rosa — foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA) e, desde então, promovida anualmente. O período é celebrado no Brasil e no exterior com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama, a fim de contribuir para a redução da incidência e da mortalidade pela doença. O objetivo do Outubro Rosa 2021 é divulgar informações sobre o câncer de mama e fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para prevenção, diagnóstico precoce e rastreamento da doença.

27 de setembro - Dia nacional da Doação de Órgãos 27 de setembro - Dia nacional da Doação de Órgãos

A data, instituída pela Lei nº 11.584/2.007, visa conscientizar a sociedade sobre a importância da doação e, ao mesmo tempo, fazer com que as pessoas conversem com seus familiares e amigos sobre o assunto. Apesar da ampliação da discussão do tema nos últimos anos, trata-se ainda de um assunto polêmico e de difícil entendimento, resultando em um alto índice de recusa familiar. Um estudo da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) identificou três motivos principais para essa alta taxa de recusa, que não ocorre só no Brasil: incompreensão da morte encefálica, falta de preparo da equipe para fazer a comunicação sobre a morte e religião.

Setembro Vermelho - A importância do check-up cardiológico Setembro Vermelho - A importância do check-up cardiológico

Você sabia que as doenças cardiovasculares são as enfermidades que mais matam em todo o mundo? Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), o Setembro Vermelho é uma ação que objetiva, justamente, divulgar a importância de prevenir e tratar essas doenças, assim como de cuidar do coração. Para isso, há duas medidas essenciais: adotar hábitos saudáveis e fazer o check-up cardiológico periodicamente.

Setembro Amarelo Setembro Amarelo

Setembro Amarelo O “Setembro Amarelo” é uma campanha de prevenção ao suicídio que visa à conscientização da população sobre esse grave problema e formas de evitá-lo. Setembro é o mês em que é realizada a campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, sendo o dia 10 desse mês o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Essa campanha, conhecida como “Setembro Amarelo”, foi criada no Brasil, em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Essa é uma campanha de extrema importância, uma vez que o suicídio é um problema grave de saúde pública e que, muitas vezes, pode ser evitado. A importância de se falar a respeito do suicídio Apesar de o assunto ser delicado, é importante conversamos sobre o suicídio e maneiras como preveni-lo. Muitas pessoas pensam que esse ato é uma realidade distante e que afeta poucas pessoas, mas, infelizmente, os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram o contrário. De acordo com a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio em algum lugar do nosso planeta. Isso significa que, em um ano, mais de 800 mil pessoas perdem sua vida dessa forma. As causas do suicídio são variadas e, segundo o CVV, especialistas identificam transtornos mentais na maior partes das pessoas que se suicidam ou que tentam fazê-lo. Dentre os principais transtornos observados, destacam-se a depressão na forma simples, a depressão na forma bipolar, a dependência química e a esquizofrenia. Entretanto, não podemos afirmar que todas as pessoas que cometem suicídio apresentam esses transtornos. Não podemos nos esquecer de que, muitas vezes, o suicídio acontece de maneira impulsiva diante de algumas situações muito impactantes e inesperadas da vida, como final de relacionamentos, perda de pessoas queridas, abusos ou mesmo crises financeiras. O suicídio também é comum em pessoas que sofrem discriminação, como refugiados, imigrantes, gays, lésbicas, transgêneros e intersexuais. Quando entendemos que o suicídio é uma realidade e que pode afetar pessoas a nossa volta, fica mais claro que é fundamental conversamos a respeito. Os suicídios podem ser evitados desde que tenhamos conhecimento sobre seus sintomas, suas causas e formas de evitá-lo. Como podemos ajudar na prevenção do suicídio? Para contribuirmos na prevenção do suicídio, devemos ser capazes de perceber os sinais de alerta que uma pessoa emite. Se você perceber que uma pessoa, por exemplo, está desinteressada (até mesmo das atividades de que gostava), não tem mais a mesma produtividade na escola ou no trabalho, está isolando-se de amigos e parentes, descuidando-se da aparência, não se importa mais com suas atividades diárias ou diz muitas frases relacionadas à morte, isso pode ser sinais de que aquela pessoa está precisando de ajuda. O primeiro passo é conversar com essa pessoa, mas aqui fica uma dica importante: deixe que a pessoa fale, sem emitir julgamentos ou opiniões sobre o assunto. Deixe bem claro que sua vontade é apenas ajudar. O que devemos lembrar sempre é que não devemos medir a dor dos outros pelas nossas experiências pessoais e entender que o que não nos afeta não necessariamente não causa dor e sofrimento no outro. É importante sempre incentivar a pessoa que está apresentando sinais de que pretende cometer suicídio a procurar ajuda especializada. Em casos visivelmente graves, é essencial que a família tenha conhecimento da situação, bem como amigos próximos, para que a pessoa seja acolhida e estimulada a procurar ajuda. Caso perceba que a pessoa corre risco imediato, é fundamental não a deixar sozinha. Nesses casos, entre em contato com serviços de emergência e com alguém de confiança. Dados sobre o suicídio Veja a seguir alguns dados importantes o sobre o suicídio. Dados sobre suicídio no Brasil e no mundo Segundo a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio no mundo. O suicídio, de acordo com a OMS, é a segunda principal causa de morte entre as pessoas com idade entre 15 e 29 anos. 79% dos casos de suicídios ocorrem em países de baixa e média renda de acordo com a OMS. Segundo o Ministério da Saúde, as mulheres tentam mais suicídio que os homens. Segundo o CVV, 32 brasileiros morrem por dia vítimas de suicídio. De acordo com a OMS, 90% dos suicídios podem ser prevenidos. Você sabia que no Brasil existe uma instituição que oferece apoio emocional e atua na prevenção do suicídio? Trata-se do Centro de Valorização da Vida (CVV), uma associação sem fins lucrativos. Caso precise conversar, basta ligar para 188 ou acessar o chat no site da CVV. O telefone e o chat funcionam 24 horas por dia, em todos os dias da semana Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja: SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Setembro Amarelo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/setembro-amarelo.htm. Acesso em 03 de setembro de 2021. Setembro Amarelo O “Setembro Amarelo” é uma campanha de prevenção ao suicídio que visa à conscientização da população sobre esse grave problema e formas de evitá-lo. Setembro é o mês em que é realizada a campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, sendo o dia 10 desse mês o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Essa campanha, conhecida como “Setembro Amarelo”, foi criada no Brasil, em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Essa é uma campanha de extrema importância, uma vez que o suicídio é um problema grave de saúde pública e que, muitas vezes, pode ser evitado. A importância de se falar a respeito do suicídio Apesar de o assunto ser delicado, é importante conversamos sobre o suicídio e maneiras como preveni-lo. Muitas pessoas pensam que esse ato é uma realidade distante e que afeta poucas pessoas, mas, infelizmente, os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram o contrário. De acordo com a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio em algum lugar do nosso planeta. Isso significa que, em um ano, mais de 800 mil pessoas perdem sua vida dessa forma. As causas do suicídio são variadas e, segundo o CVV, especialistas identificam transtornos mentais na maior partes das pessoas que se suicidam ou que tentam fazê-lo. Dentre os principais transtornos observados, destacam-se a depressão na forma simples, a depressão na forma bipolar, a dependência química e a esquizofrenia. Entretanto, não podemos afirmar que todas as pessoas que cometem suicídio apresentam esses transtornos. Não podemos nos esquecer de que, muitas vezes, o suicídio acontece de maneira impulsiva diante de algumas situações muito impactantes e inesperadas da vida, como final de relacionamentos, perda de pessoas queridas, abusos ou mesmo crises financeiras. O suicídio também é comum em pessoas que sofrem discriminação, como refugiados, imigrantes, gays, lésbicas, transgêneros e intersexuais. Quando entendemos que o suicídio é uma realidade e que pode afetar pessoas a nossa volta, fica mais claro que é fundamental conversamos a respeito. Os suicídios podem ser evitados desde que tenhamos conhecimento sobre seus sintomas, suas causas e formas de evitá-lo. Como podemos ajudar na prevenção do suicídio? Para contribuirmos na prevenção do suicídio, devemos ser capazes de perceber os sinais de alerta que uma pessoa emite. Se você perceber que uma pessoa, por exemplo, está desinteressada (até mesmo das atividades de que gostava), não tem mais a mesma produtividade na escola ou no trabalho, está isolando-se de amigos e parentes, descuidando-se da aparência, não se importa mais com suas atividades diárias ou diz muitas frases relacionadas à morte, isso pode ser sinais de que aquela pessoa está precisando de ajuda. O primeiro passo é conversar com essa pessoa, mas aqui fica uma dica importante: deixe que a pessoa fale, sem emitir julgamentos ou opiniões sobre o assunto. Deixe bem claro que sua vontade é apenas ajudar. O que devemos lembrar sempre é que não devemos medir a dor dos outros pelas nossas experiências pessoais e entender que o que não nos afeta não necessariamente não causa dor e sofrimento no outro. É importante sempre incentivar a pessoa que está apresentando sinais de que pretende cometer suicídio a procurar ajuda especializada. Em casos visivelmente graves, é essencial que a família tenha conhecimento da situação, bem como amigos próximos, para que a pessoa seja acolhida e estimulada a procurar ajuda. Caso perceba que a pessoa corre risco imediato, é fundamental não a deixar sozinha. Nesses casos, entre em contato com serviços de emergência e com alguém de confiança. Dados sobre o suicídio Veja a seguir alguns dados importantes o sobre o suicídio. Dados sobre suicídio no Brasil e no mundo Segundo a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio no mundo. O suicídio, de acordo com a OMS, é a segunda principal causa de morte entre as pessoas com idade entre 15 e 29 anos. 79% dos casos de suicídios ocorrem em países de baixa e média renda de acordo com a OMS. Segundo o Ministério da Saúde, as mulheres tentam mais suicídio que os homens. Segundo o CVV, 32 brasileiros morrem por dia vítimas de suicídio. De acordo com a OMS, 90% dos suicídios podem ser prevenidos. Você sabia que no Brasil existe uma instituição que oferece apoio emocional e atua na prevenção do suicídio? Trata-se do Centro de Valorização da Vida (CVV), uma associação sem fins lucrativos. Caso precise conversar, basta ligar para 188 ou acessar o chat no site da CVV. O telefone e o chat funcionam 24 horas por dia, em todos os dias da semana Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja: SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Setembro Amarelo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/setembro-amarelo.htm. Acesso em 03 de setembro de 2021. Setembro Amarelo O “Setembro Amarelo” é uma campanha de prevenção ao suicídio que visa à conscientização da população sobre esse grave problema e formas de evitá-lo. Setembro é o mês em que é realizada a campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, sendo o dia 10 desse mês o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Essa campanha, conhecida como “Setembro Amarelo”, foi criada no Brasil, em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Essa é uma campanha de extrema importância, uma vez que o suicídio é um problema grave de saúde pública e que, muitas vezes, pode ser evitado. A importância de se falar a respeito do suicídio Apesar de o assunto ser delicado, é importante conversamos sobre o suicídio e maneiras como preveni-lo. Muitas pessoas pensam que esse ato é uma realidade distante e que afeta poucas pessoas, mas, infelizmente, os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram o contrário. De acordo com a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio em algum lugar do nosso planeta. Isso significa que, em um ano, mais de 800 mil pessoas perdem sua vida dessa forma. As causas do suicídio são variadas e, segundo o CVV, especialistas identificam transtornos mentais na maior partes das pessoas que se suicidam ou que tentam fazê-lo. Dentre os principais transtornos observados, destacam-se a depressão na forma simples, a depressão na forma bipolar, a dependência química e a esquizofrenia. Entretanto, não podemos afirmar que todas as pessoas que cometem suicídio apresentam esses transtornos. Não podemos nos esquecer de que, muitas vezes, o suicídio acontece de maneira impulsiva diante de algumas situações muito impactantes e inesperadas da vida, como final de relacionamentos, perda de pessoas queridas, abusos ou mesmo crises financeiras. O suicídio também é comum em pessoas que sofrem discriminação, como refugiados, imigrantes, gays, lésbicas, transgêneros e intersexuais. Quando entendemos que o suicídio é uma realidade e que pode afetar pessoas a nossa volta, fica mais claro que é fundamental conversamos a respeito. Os suicídios podem ser evitados desde que tenhamos conhecimento sobre seus sintomas, suas causas e formas de evitá-lo. Como podemos ajudar na prevenção do suicídio? Para contribuirmos na prevenção do suicídio, devemos ser capazes de perceber os sinais de alerta que uma pessoa emite. Se você perceber que uma pessoa, por exemplo, está desinteressada (até mesmo das atividades de que gostava), não tem mais a mesma produtividade na escola ou no trabalho, está isolando-se de amigos e parentes, descuidando-se da aparência, não se importa mais com suas atividades diárias ou diz muitas frases relacionadas à morte, isso pode ser sinais de que aquela pessoa está precisando de ajuda. O primeiro passo é conversar com essa pessoa, mas aqui fica uma dica importante: deixe que a pessoa fale, sem emitir julgamentos ou opiniões sobre o assunto. Deixe bem claro que sua vontade é apenas ajudar. O que devemos lembrar sempre é que não devemos medir a dor dos outros pelas nossas experiências pessoais e entender que o que não nos afeta não necessariamente não causa dor e sofrimento no outro. É importante sempre incentivar a pessoa que está apresentando sinais de que pretende cometer suicídio a procurar ajuda especializada. Em casos visivelmente graves, é essencial que a família tenha conhecimento da situação, bem como amigos próximos, para que a pessoa seja acolhida e estimulada a procurar ajuda. Caso perceba que a pessoa corre risco imediato, é fundamental não a deixar sozinha. Nesses casos, entre em contato com serviços de emergência e com alguém de confiança. Dados sobre o suicídio Veja a seguir alguns dados importantes o sobre o suicídio. Dados sobre suicídio no Brasil e no mundo Segundo a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio no mundo. O suicídio, de acordo com a OMS, é a segunda principal causa de morte entre as pessoas com idade entre 15 e 29 anos. 79% dos casos de suicídios ocorrem em países de baixa e média renda de acordo com a OMS. Segundo o Ministério da Saúde, as mulheres tentam mais suicídio que os homens. Segundo o CVV, 32 brasileiros morrem por dia vítimas de suicídio. De acordo com a OMS, 90% dos suicídios podem ser prevenidos. Você sabia que no Brasil existe uma instituição que oferece apoio emocional e atua na prevenção do suicídio? Trata-se do Centro de Valorização da Vida (CVV), uma associação sem fins lucrativos. Caso precise conversar, basta ligar para 188 ou acessar o chat no site da CVV. O telefone e o chat funcionam 24 horas por dia, em todos os dias da semana Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja: SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Setembro Amarelo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/setembro-amarelo.htm. Acesso em 03 de setembro de 2021. O “Setembro Amarelo” é uma campanha de prevenção ao suicídio que visa à conscientização da população sobre esse grave problema e formas de evitá-lo. Setembro é o mês em que é realizada a campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, sendo o dia 10 desse mês o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Essa campanha, conhecida como “Setembro Amarelo”, foi criada no Brasil, em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Essa é uma campanha de extrema importância, uma vez que o suicídio é um problema grave de saúde pública e que, muitas vezes, pode ser evitado.

Dia Nacional de Combate ao Fumo Dia Nacional de Combate ao Fumo

Criado em 1986 pela Lei Federal 7.488, o Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto), tem como objetivo reforçar as ações nacionais de conscientização sobre os danos sociais, de saúde, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. Nesta data, daremos continuidade à campanha Comprometa-se a parar de fumar. Ainda enfrentamos a Covid-19 e o tabagismo se mostrou fator de risco para o aumento de contaminação e para o possível agravamento de sintomas da doença em fumantes. Por isso, parar de fumar se torna uma medida de proteção à saúde de todos os cidadãos.

Projetos de Vida, qual é a importância de planejar? Projetos de Vida, qual é a importância de planejar?

A vida de cada indivíduo é composta por diversas áreas e muitas vezes é importante aprender a identificar e equilibrar cada aspecto da vida. Isto pode contribuir para novas conquistas, maior produtividade e mais harmonia tanto no ambiente de trabalho quanto no pessoal.

Sequelas mais comuns pós-COVID-19 e possibilidades de recuperação Sequelas mais comuns pós-COVID-19 e possibilidades de recuperação

Síndrome pós-COVID-19, você já ouviu falar? Também chamada de COVID longa e de sequelas agudas do pós-COVID, é o conjunto de sintomas persistentes que aparece ou continua após a infecção pelo novo coronavírus. Muitas pessoas não desenvolvem sintomas ou então recuperam-se plenamente, mas até 80% dos recuperados sentem ao menos um sintoma, geralmente por até quatro meses, após se recuperar da doença.

Dia Nacional de Combate ao Colesterol Dia Nacional de Combate ao Colesterol

No dia 8 de agosto é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Colesterol, data criada para a conscientização e prevenção de doenças cardiovasculares, primeira causa de mortalidade no Brasil (Ministério da Saúde)

Proteger a amamentação: Semana Mundial do Aleitamento Materno 2021 Proteger a amamentação: Semana Mundial do Aleitamento Materno 2021

A Aliança Mundial para Ação de Aleitamento Materno (WABA, na sigla em inglês) definiu o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno 2021(WBW, sigla em inglês): “Proteja a amamentação: uma responsabilidade compartilhada”. Segundo o presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), dr. Luciano Borges Santiago, a campanha é uma política de incentivo à amamentação que já entrou, definitivamente, no calendário mundial. O tema escolhido está relacionado à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, um plano de ação para pessoas, planeta e economia sem destruição da natureza, que orientará programas de desenvolvimento para os próximos anos. São 17 metas que se aplicam a todos os países, abrangendo questões amplas, como as alterações climáticas e a redução da pobreza.

28 de Julho - Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais 28 de Julho -  Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais

Dia 28 de julho é conhecido por ser o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. Essa doença é um problema sério de saúde pública e pode se manifestar de diversas formas na população. Saber como se proteger, como identificar os sintomas e quando buscar tratamento é fundamental.

Aceitação da diversidade melhora a saúde mental Aceitação da diversidade melhora a saúde mental

Diversidade é qualidade do que é diverso, diferente; tudo que apresenta multiplicidade e que não é homogêneo. Nas mídias, no mercado de trabalho e nos espaços físicos de convivência, veremos cada vez mais a representatividade dessa diversidade, seja social, racial, de gênero, orientação sexual, idade, cultural, condição genética etc.

Entenda os 5 sintomas da gripe e quando procurar um médico Entenda os 5 sintomas da gripe e quando procurar um médico

Em meio à pandemia de coronavírus, outra doença comum em nosso dia a dia tem sido discutida amplamente, mas, ao mesmo tempo, não está ganhando o destaque que deveria em relação à prevenção e aos cuidados. Sim, estamos falando sobre a gripe. Apesar de já circular em nossa sociedade há mais tempo, inclusive com as suas variantes, o vírus da influenza pode ser bastante perigoso e, até mesmo, mortal, especialmente para crianças menores de 2 anos, idosos, doentes crônicos e obesos. Não por acaso, a campanha de vacinação contra a doença acontece todos os anos, geralmente nas primeiras semanas do outono. Mas você sabe quais são os sintomas da gripe, como tratar e quando procurar um médico? Respondemos a estas e a outras questões muito importantes relacionadas ao assunto neste texto. Continue a leitura e saiba como cuidar da sua saúde!

Você sabe o que é a pré-diabetes? Entenda tudo sobre o assunto! Você sabe o que é a pré-diabetes? Entenda tudo sobre o assunto!

A pré-diabetes é o estágio que precede o diabetes tipo 2. É nesse período que os sinais da doença crônica começam a se manifestar. Se o paciente for diagnosticado a tempo, o quadro pode ser revertido. No Brasil, cerca de 15 milhões de pessoas são pré-diabéticas, de acordo com uma pesquisa do Internacional Diabetes Federation (IDF). O dado é preocupante e ressalta a necessidade de ficarmos atentos à nossa saúde. Um levantamento do Ibope solicitado pela Merck, empresa farmacêutica, aponta que 42% dos brasileiros não sabe o que é a pré-diabetes. Isso significa que muitas pessoas negligenciam os sintomas da enfermidade por falta de conhecimento, o que pode acarretar consequências mais graves.

21 de Junho: Dia Nacional de Controle da Asma 21 de Junho: Dia Nacional de Controle da Asma

Das mais de 339 milhões de pessoas com asma no mundo, cerca de 20 milhões estão no Brasil, ou seja, é uma doença comum no país. A proposta da campanha do Dia Nacional de Controle da Asma, além de informar sobre a doença, tem como um dos seus pilares a conscientização quando a adesão ao tratamento que, apesar de não oferecer cura a doença, permite melhora significativa na qualidade de vida do paciente. Um dado que confirma essa proposta da campanha mundial é o de que apenas 12,3% dos asmáticos estão com a doença bem controlada. Por isso, tão importante quanto saber sobre o diagnóstico de asma é saber como tratar adequadamente seus sintomas. Por isso, mantenha-se informado sobre a asma e saiba o que pode ser feito.

JUNHO VERMELHO E LARANJA: CAMPANHAS QUE SE COMPLEMENTAM JUNHO VERMELHO E LARANJA: CAMPANHAS QUE SE COMPLEMENTAM

O mês de junho é marcado por duas campanhas de conscientização que se complementam por alertar a sociedade para assuntos pertinentes. O Junho Vermelho em prol da doação de sangue, e o Junho Laranja, para conscientização da anemia e leucemia, doenças que necessitam do apoio dos doadores de sangue e medula óssea.

Dia Mundial Sem Tabaco - 31 de maio de 2021 Dia Mundial Sem Tabaco - 31 de maio de 2021

O Dia Mundial Sem Tabaco – 31 de maio – foi criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. No Brasil, o INCA é o responsável pela divulgação e elaboração do material técnico para subsidiar as comemorações em níveis federal, estadual e municipal.

Pandemia faz cair detecção precoce de glaucoma Pandemia faz cair detecção precoce de glaucoma

O número de exames para detecção precoce de glaucoma caiu 30% devido à diminuição da quantidade de pacientes que vão às unidades de saúde, desde que a pandemia teve início. A situação é preocupante, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), uma vez que essa é principal causa de cegueira evitável. O alerta dos oftalmologistas ocorre no mês em que é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, 26 de maio.

19 de maio - Dia de doação de leite humano “Aumentando a conscientização sobre a doação de leite humano” 19 de maio - Dia de doação de leite humano “Aumentando a conscientização sobre a doação de leite humano”

A quantidade e a qualidade da nutrição recebida durante os primeiros meses após o nascimento são fundamentais. O leite materno, além de conter uma combinação perfeita de macro e micronutrientes, bem como elementos bioativos, fornece também células vivas e bactérias benéficas ao intestino infantil. As vantagens da amamentação para o crescimento e desenvolvimento infantil saudáveis são amplamente conhecidas, e nenhuma outra estratégia, isoladamente, tem tamanho potencial em reduzir as desigualdades em saúde e em prevenir a mortalidade de recém-nascidos e crianças.

Maio vermelho conscientiza sobre câncer bucal Maio vermelho conscientiza sobre câncer bucal

O câncer da boca (também conhecido como câncer de lábio e cavidade oral) é um tumor maligno que afeta lábios, estruturas da boca, como gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua.

Principais Questões sobre Saúde Mental Perinatal Principais Questões sobre Saúde Mental Perinatal

Sistematizamos as principais questões abordadas durante Encontro com a Especialista Mariza Theme, médica, epidemiologista, pesquisadora e docente da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz), realizado em 02/04/2020. Aproveitamos para lembrar que a primeira quarta feira do ,mês de maio é considerada o "Dia Mundial da Saúde Mental Materna".