Composição CDJA

Composição da CDJA

Secretaria Executiva

  • I. Secretária Executiva;
  • II. Um assistente social;
  • III. Um psicólogo;
  • IV. Um pedagogo. 

Membros da Comissão

  • I. Corregedor da Justiça do Distrito Federal e dos Territórios - Presidente da CDJA;
  • II. Juiz da Vara da Infância e da Juventude do DF;
  • III. Um assistente social;
  • IV. Um psicólogo;
  • V. Um bacharel em Direito;
  • VI. Um representante da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Distrito Federal.

Atribuições

  1. Auxiliar o Juiz da Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal nos procedimentos relativos à adoção nacional e internacional de crianças e adolescentes.
  2. Manter cadastro geral, atualizado e sigiloso de: pretendentes brasileiros à adoção no âmbito nacional, interessados em adotar crianças e adolescentes no Distrito Federal; pretendentes estrangeiros residentes e domiciliados fora do Brasil, bem como os residentes e domiciliados no Brasil, interessados em adotar crianças e adolescentes no DF; crianças e adolescentes brasileiros em condições de adoção, no âmbito nacional ou internacional, desde que esgotadas as possibilidades de adoção nacional para o segundo caso;entidades de abrigo de crianças e adolescentes sediadas no Distrito Federal.
  3. Providenciar prévia habilitação dos estrangeiros interessados no instituto da adoção.
  4. Auxiliar na preparação dos habilitados para o início do estágio de convivência, bem como apoiá-los durante esse período.
  5. Acompanhar o pós-adotivo das crianças e adolescentes adotados no Distrito Federal, por um período mínimo de dois anos.
  6. Manter intercâmbio com as comissões similares de outros Estados e demais setores da sociedade, visando à consecução dos seus objetivos.
  7. Realizar trabalhos de divulgação de projetos de adoção e esclarecimentos de suas finalidades, visando despertar a sociedade para a necessidade do uso regular e ordenado do instituto da adoção, respeitados sempre o sigilo e a gratuidade.