Desembargador Getulio Pinheiro no lançamento do CNA

por ACS — publicado 2008-08-20T00:00:00-03:00
Cadastro Nacional de Adoção
Desembargador Getulio Pinheiro, Corregedor de Justiça do TJDFT

Seria este um evento como tantos outros que já se realizaram neste tribunal, não fosse a existência de pelo menos duas particularidades do Cadastro Nacional de Adoção: a extraordinária nobreza de seus objetivos e a sua abrangência territorial.

É dever do Estado zelar pela proteção da família como base de uma sociedade justa a que todos têm direito, para a qual nós magistrados temos a obrigação de concorrer.

A adoção, desse modo, mostra-se como oportunidade de formação ou complementação de uma família, quando isso não for possível pelos meios convencionais. Por isso o importante papel do Poder Judiciário em criar as condições favoráveis à promoção do encontro entre os verdadeiros protagonistas desse processo.

O registro sistemático e padronizado de dados, além de permitir o rápido acesso às informações colhidas em todo o território nacional, possibilitará o cruzamento dessas informações, propiciando, assim, o planejamento de políticas publicas que visem à proteção das crianças e dos adolescentes, os quais, em breve, serão os responsáveis diretos pelos rumos desta grande nação.

Tenham a certeza de que este tribunal, sempre comprometido com o interesse público que norteia as suas ações, saberá conjugar os esforços necessários ao pleno êxito de mais essa brilhante iniciativa do Conselho Nacional de Justiça.