Magistrados e servidores do TJDFT escolhem melhores práticas e ideias para a área judicial

por ACS — publicado 2012-01-31T23:00:00-03:00

Os magistrados e servidores do TJDFT são chamados, de 1º/2 até 9/3, a participar da votação das 3 melhores ideias e práticas para agilizar os trâmites judiciais na Casa. Essa é a proposta do I Prêmio de Boas Práticas Judiciais do TJDFT, cujo objetivo é reconhecer o valor dos servidores que contribuem para a melhoria dos serviços prestados ao cidadão, e atende o tema "Eficiência Operacional" do Plano Estratégico do TJDFT 2010-2016. O I Prêmio é regulamentado pela Portaria Conjunta Nº 47/2011.

Os cinco finalistas foram selecionados entre as 23 práticas judiciais e as 64 ideias cadastradas pelos servidores no Banco de Boas Práticas, instituído em 2011, com o objetivo de estimular a participação no aprimoramento da atividade judicial do TJDFT.

As propostas selecionadas foram: Planilha de Controle de Réus Presos; Intimação por telefone, adoção de headset e VOIP; Criação de Central de Informações de Partes e Testemunhas; Banco de dados de peritos na intranet; Acervo Correicionado e Inspecionado por Sistema de Trabalho Inovador.

A premiação das três melhores práticas/ideias será individual e os vencedores também receberão elogio em suas pastas funcionais, além do Selo de Reconhecimento Institucional, que será conferido também às Unidades onde as práticas estiverem implantadas. O Banco e o Prêmio Boas Práticas Judiciais fazem parte do Projeto Institucional previsto no Plabi 2010/2012, de Disseminação de Boas Práticas - PROBOP.

Saiba mais:

21/01/12 - Idéias inovadoras no TJDFT serão premiadas

31/01/2012 - Conheça mais duas concorrentes ao Prêmio Boas Práticas Judiciais do TJDFT

Portaria Conjunta nº 46/2011 - implanta o Banco de Boas Práticas do TJDFT

Portaria Conjunta Nº 47/2011- regulamenta o Prêmio Boas Práticas Judiciais do TJDFT.