Acusado de tentativa de homicídio contra companheira vai a julgamento

por ACS — publicado 2012-05-22T00:00:00-03:00
Um homem acusado de tentar matar a companheira será julgado nesta quarta-feira (23/5), a partir das 9h, no Tribunal do Júri de Brasília. Ele teria golpeado a mulher com uma faca por tê-la visto conversando com outro homem em uma festa.

De acordo com o depoimento da vítima durante audiência de instrução, o casal teria ido a uma festa de aniversário de um conhecido. O réu teria saído do local e, ao retornar, teria encontrado a companheira conversando com o aniversariante, o que o teria levado a discutir com ela. Ao voltar para o barraco em que viviam, a mulher teria ido em direção a ele, sendo golpeada com a faca.

O fato aconteceu em janeiro de 2008, em um barraco que fica em frente à QE 15 do Guará II. Para a acusação, "o crime não se consumou por circunstâncias alheias à vontade do denunciado, pois os golpes não atingiram região de letalidade imediata, somado à intervenção cirúrgica a que a vítima foi submetida".

Ao ser ouvido, o acusado não negou os fatos narrados na denúncia, mas explicou que agiu em virtude de embriaguês e que "jamais praticaria tal ato se estivesse sóbrio". Disse que após perceber que realmente tinha lesionado a companheira, ligou para o Corpo de Bombeiros e para a polícia e "cuidou de se entregar".

G.F.S., o réu, tem 29 anos, trabalha com reciclagem e tem seis filhos com a vítima. Ele responde ao processo solto e foi pronunciado como incurso no art. 121, § 2º, inciso I c.c. art. 14, inciso II, ambos do Código Penal, que tipificam tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil.