Justiça Brasileira se reúne para o lançamento da nona edição do Prêmio Innovare

por ACS — publicado 2012-03-29T00:00:00-03:00
Prêmio, que já contemplou diversas áreas que auxiliam a sociedade e o judiciário de todo o Brasil, revelará este ano iniciativas ligadas a "Desenvolvimento e cidadania" e "Justiça e sustentabilidade", em apoio à Rio+20, conferência da ONU que reunirá no Rio de Janeiro líderes do mundo todo para discutir meios para diminuir o impacto da humanidade na Terra. As inscrições já estão abertas e serão realizadas pelo site www.premioinnovare.com.br até o dia 31/05.

O Prêmio Innovare lançou nesta quinta-feira (29/03) a sua nona edição no plenário do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. O ministro Ari Pargendler falou sobre a credibilidade da justiça brasileira no exterior e as mudanças notáveis que já é possível observar a partir da criação do Innovare. o Presidente do Conselho Superior do Prêmio, Marcio Thomaz Bastos, destacou que "Em geral, prêmios relacionados ao sistema judiciário costumam durar no máximo quatro anos e já vamos para a nona edição do Prêmio Innovare. Isso porque estamos sempre nos atualizando, assim como esperamos do judiciário".

Em nove anos de atuação, o Innovare acumula mais de três mil práticas inscritas e totabiliza mais de 40 práticas premiadas. Em 2005, o TJDFT foi vencedor do II Prêmio Innovare, com o Programa Justiça Comunitária, ação pioneira e inovadora do Tribunal do DF, hoje modelo adotado pelo Ministério da Justiça, em expansão para todo o país.

Os interessados concorrem à R$50.000,00 (exceto a categoria Tribunal) e podem se inscrever anualmente em seis categorias: Advocacia, Juiz, Ministério Público, Prêmio Especial (que também oferece ao vencedor um intercâmbio para conhecer de perto o sistema judiciário de outros países em parceria com a International Bar Association - IBA), Defensoria Pública e Tribunal.

O Instituto Innovare é uma associação sem fins lucrativos, localizada em Botafogo (Rio de Janeiro) e tem por objetivo o desenvolvimento de projetos para pesquisa e modernização da Justiça Brasileira, além de disseminar as práticas identificadas pelo Prêmio Innovare.

Durante o ano, consultores parceiros do Innovare se dedicam a visitar as práticas inscritas para avaliarem as diretrizes e sua adequação aos requisitos do Instituto Innovare. O resultado da visita dos consultores é, então, estudado pela Comissão Julgadora formada por nomes de grande peso para o judiciário, que tem a legitimidade de determinar qual prática, de fato, preenche as características necessárias para ser contemplada com o Prêmio Innovare.