Magistrados discutem imagem do Judiciário

por ACS — publicado 2012-10-02T09:55:00-03:00

Propostas para melhorar a imagem dos magistrados e do Poder Judiciário foram apresentadas nesta segunda-feira (1º/10) por juízes e desembargadores durante o Encontro Regional Nordeste do Programa Valorização dos Magistrados: Juiz Valorizado, Justiça Completa, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O Programa, antes do Nordeste, já foi apresentado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Agora, o CNJ levará a iniciativa ao Norte, em encontro marcado para o próximo dia 8, em Manaus (AM).

Em agosto, o Programa Valorização dos Magistrados foi apresentado para juízes e desembargadores da região Centro-Oeste (Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul), em Goiânia. O TJDFT, o TRE-DF e a AMAGIS-DF participaram do evento. Além de magistrados, a Assessoria de Comunicação do TJDFT e de outros Tribunais também estiveram presentes.

O caráter fundamental das ações de comunicação social para a ampliação da visibilidade do trabalho de juízes e desembargadores está sendo destacado em todos os encontros.

Nesse contexto, ações e experiências exitosas de todos os tribunais estão sendo reunidas. O TJDFT, por meio de sua Assessoria de Comunicação - ACS, compõe o Comitê de Comunicação Social do Judiciário - Sicjus, junto ao CNJ. Instituído pela Portaria nº 79, de 11 de Junho de 2012, assinada pelo Presidente do CNJ, Ministro Carlos Ayres Britto, o Comitê vem trabalhando no levantando de dados para a definição de um redesenho das estruturas e ações das áreas de comunicação dos Tribunais.

A proposta do Comitê visa à implantação de uma política integrada de comunicação do Judiciário brasileiro, conforme a Resolução 85/2009 do CNJ, que prevê o desenvolvimento de uma política de comunicação dos tribunais, fato que o TJDFT, por meio da Portaria GPR 395, já estabeleceu. A iniciativa também vai ao encontro das propostas do Programa Valorização dos Magistrados Brasileiros.

Integram o Comitê os Secretários e Assessores de Comunicação Social do STF; do CNJ;  dos Tribunais Superiores, de seus respectivos Conselhos; do TJDFT; do TJBA;  do TRE- RS;  do TRT da 5ª Região; do TRF da 1ª Região e ainda, para auxilio das atividades, os responsáveis pela Comunicação Social do TJMG, do TJRJ, do TJRS e TJPA.

Segundo o coordenador do programa de Valorização dos Magistrados, conselheiro José Lúcio Munhoz, presidente da Comissão Permanente de Eficiência Operacional e Gestão de pessoas do CNJ, parte das propostas apresentadas nos encontros regionais será contemplada em atos administrativos do Conselho Judiciário, integrando sua política administrativa.

Notícia atualizada a partir de informações reunidas e publicadas no site do CNJ.