Últimos encontros do Programa Cidadania e Justiça na Escola acontecem nesta sexta-feira, 14/11

por ASP — publicado 2014-11-14T09:25:00-03:00

cidadaniaNesta sexta-feira, 14/11, a 14ª edição do Programa Cidadania e Justiça na Escola chega ao fim. Para o encerramento do programa, os desembargadores do TJDFT Flávio Rostirola e Jorge Duarte visitam escolas de Brazlândia e Plano Piloto. No período matutino, o desembargador Flávio Rostirola conversa com os alunos da Escola Classe Chapadinha, de Brazlândia, e no período da tarde, o desembargador Jorge Duarte visita os alunos da Escola Classe 415 Norte, do Plano Piloto.

Em 2014, o programa atendeu 5.800 estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental de escolas públicas de seis regiões administrativas do Distrito Federal: Brazlândia, Cruzeiro, Núcleo Bandeirante, Plano Piloto, Samambaia e Taguatinga. Com o programa, os magistrados puderam aproximar o Judiciário ao cidadão comum, preparando os futuros cidadãos para agir de forma consciente e com capacidade de solucionar os seus conflitos.

No próximo dia 3/12 será realizada a cerimônia de encerramento da 14ª edição do Programa Cidadania e justiça na Escola. A solenidade está marcada para acontecer às 9h30, no Auditório Sepúlveda Pertence, localizado no térreo do Bloco A do Fórum de Brasília. A programação do evento ainda não está fechada, mas já está confirmada a participação da Banda do Colégio Militar de Brasília.

O Programa Cidadania e Justiça na Escola foi lançado pela Associação dos Magistrados Brasileiros - AMB, em 2009, e desenvolvido pela Associação dos Magistrados do Distrito Federal – Amagis/DF, em parceria com o TJDFT e a Secretaria de Educação do GDF, com o patrocínio da POUPEX.

Esta parceria tem por objetivo disseminar conhecimento sobre cidadania, ética e justiça entre os estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental das escolas públicas do DF.  Para isso, representantes do Poder Judiciário visitam as escolas para um encontro informal com os alunos, onde assuntos sobre direitos e deveres e a forma de exercê-los são debatidos com as crianças.

Para a efetiva realização das atividades do Programa, antes dos encontros dos alunos com os magistrados, as escolas recebem a cartilha da cidadania, uma publicação em forma de revista em quadrinhos, que fala, de maneira didática e simplificada, sobre o funcionamento e o papel dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como o trabalho dos profissionais que neles atuam. O assunto é explorado em sala de aula e, durante as visitas do Programa, o conteúdo da cartilha é detalhado pelos magistrados numa conversa informal, com espaço para dúvidas e comentários, possibilitando uma melhor compreensão dos temas abordados na publicação.

Clique aqui e saiba mais sobre o Programa Cidadania e Justiça na Escola.