Júri desclassifica crime de mulher acusada de esfaquear outra em pousada da Asa Norte

por VS — publicado 2014-10-02T16:40:00-03:00

Os jurados do Tribunal do Júri de Brasília decidiram nesta quarta-feira, dia 1º/10, em sessão de julgamento, desclassificar a conduta da acusada Ana Paula Carvalho da Costa, em relação ao crime de tentativa de homicídio qualificado, para o crime de lesão corporal, com pena definitiva de um ano e seis meses de reclusão, em regime inicialmente aberto.

Ana Paula Carvalho da Costa foi acusada de tentar matar Silvana Calisto Gomes com um golpe de faca, por meio que dificultou a defesa da vítima (artigo 121, § 2º, inciso IV c/c art.14, inciso II, ambos do Código Penal). De acordo com a sentença de pronúncia, o fato ocorreu no dia 2/8/2009, na SCLRN 703, Pousada Bela Vista, depois de uma discussão banal entre ré e vítima. 

Durante a sessão de julgamento, o Promotor requereu a absolvição da acusada. A Defesa também requereu a absolvição, alegando legítima defesa. E os jurados decidiram desclassificar a conduta.

Processo: 2009.01.1.194444-5