Programa de Assistência Materno-Infantil do TJDFT realiza evento para incentivar amamentação

por VS — publicado 2015-08-04T16:20:00-03:00

Mamaço 1Mamaço 2O Programa de Assistência Materno-Infantil do TJDFT organizou na tarde desta terça-feira, 4/8, um mamaço no Berçário Nossa Senhora da Conceição, do Tribunal, localizado no Setor de Indústrias Gráficas – SIG. O evento faz parte das atividades programadas para a Semana Mundial de Aleitamento Materno, de 1º a 7/8, com objetivo de incentivar a amamentação. Um grupo de mães servidoras amamentou seus bebês ao som de voz e violão, com repertório de Roberto Carlos.

As mães devem saber que, nos primeiros meses, o bebê ainda não tem horário para mamar; ele deve mamar sempre que quiser. Cada bebê tem seu próprio ritmo de mamar, o que deve ser respeitado. A mãe deve deixá-lo mamar até ficar satisfeito e  esperar que ele esvazie bem a mama; só então ela deverá oferecer a outra, se o bebê quiser. O leite do início da mamada tem mais água e mata a sede, e o do fim da mamada tem mais gordura; por isso, mata a forme do bebê e faz com que ele ganhe mais peso.

No início da mamada, o bebê suga com mais força porque está com mais fome e assim esvazia melhor a primeira mama oferecida. Por isso, é bom que a mãe comece cada mamada pelo peito em que o bebê mamou por último na mamada anterior. Assim, o bebê tem a oportunidade de esvaziar bem as duas mamas, o que é importante para a mãe ter bastante leite. Depois da mamada, é importante colocar o bebê na posição vertical para que ele possa arrotar.

O Programa de Assistência Materno-Infantil do TJDFT – PROAMI foi criado com o objetivo de orientar e preparar a mãe magistrada, servidora ou ocupante de cargo de natureza especial durante a gestação, além de oferecer apoio na fase de readaptação ao trabalho, disponibilizando berçários para bebês com até 1 ano e 2 meses de idade. Em junho de 2015, o PROAMI comemorou 10 anos de apoio e cuidados aos bebês e servidoras da Casa.