Alvará de soltura eletrônico e guias integradas ao PJe são destaques da Corregedoria da Justiça do DF

por TT — publicado 2015-07-08T11:15:00-03:00

A implantação do alvará de soltura eletrônico em todos os juízos criminais do Distrito Federal, juntamente com a emissão das guias de depósito integradas ao Sistema de Processo Judicial Eletrônico – PJe, estão entre as ações adotadas no último ano pela Corregedoria da Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, que foram destacadas pelo Corregedor da Justiça do DF, desembargador Romeu Gonzaga Neiva, durante sessão do Pleno do Tribunal, realizada no 26/6. Na ocasião, foi apresentado o relatório anual de atividades da Corregedoria.

O relatório traz uma série de ações desenvolvidas pela Corregedoria da Justiça do DF com intuito de proporcionar uma prestação jurisdicional de qualidade aos cidadãos. Além das ações citadas, foram destacadas ainda a publicação do Provimento Geral da Corregedoria e a realização de cursos para diretores de secretaria titulares das varas e dos juizados especiais, a fim de capacitá-los para executar as rotinas de trabalho e realizar a gestão dos cartórios de acordo com o previsto no ato normativo. Devido à capacitação dos servidores e à atuação conjunta da Corregedoria no saneamento de eventuais incorreções nos procedimentos cartorários, 49% das serventias judiciais conquistaram nota acima de 85 pontos nas correições e receberam o Selo de Qualidade da Corregedoria.

Durante a sessão, o Corregedor agradeceu a efetivação das ações, no período de 2014 a 2015, alcançadas graças ao apoio da Administração da Casa e ao empenho de contadores, depositários, distribuidores, servidores, bem como, em especial, dos juízes assistentes da Corregedoria.

Outras ações desenvolvidas pela Corregedoria também podem ser vistas no Relatório. Para acessá-lo, clique aqui.

Leia também

TJDFT destaca ações em prol da eficiência na prestação jurisdicional