Juiz defere recuperação judicial de empresa de programação de computadores

por VS — publicado 2015-07-13T17:25:00-03:00

O juiz da Vara de Falências do Distrito Federal deferiu a recuperação judicial da empresa Innovix Serviços, Comércio e Participações S/A, que atua no ramo de serviços de programação de computadores. A empresa requereu a recuperação judicial afirmando estar em crise econômico financeira e o juiz deferiu o pedido, para proteger o fluxo de caixa da empresa.

O magistrado também ordenou a suspensão de todas as eventuais ações ou execuções movidas contra a devedora no prazo de 180 dias. Além disso, deu prazo de 60 dias para apresentação de plano de recuperação judicial.

O juiz indeferiu o pedido de retirada do nome da empresa de cadastros e abstenção de novas anotações de cartórios de protestos do DF e órgãos de proteção ao crédito (SPC e SERASA) por ausência de amparo legal, ressaltando que “o benefício prescrito em lei não induz ao entendimento de que a recuperação judicial serve para esconder dos consumidores/credores a situação de dificuldade da sociedade beneficiária, salvo após a eventual aprovação do plano de recuperação judicial onde conste tal efeito em relação à recuperanda”.

Processo: 2015.01.1.066051-7