Centro de Conciliação de Ceilândia será inaugurado segunda-feira, 22/6

por MLC — publicado 2015-06-19T20:55:00-03:00

Nesta segunda-feira, 22/6, o TJDFT irá inaugurar o Centro de Solução de Conflito e Cidadania – Cejusc do Fórum Desembargador José Manoel Coelho, na Circunscrição Judiciária de Ceilândia. Esse Centro foi criado pela Portaria Conjunta Nº 11/2015, que estabelece também as atribuições do Cejusc/Ceilândia, conforme o disposto na Resolução Nº 125 do Conselho Nacional de Justiça – CNJ. A cerimônia será realizada às 15h.

Entre as principais atribuições do Cejusc estão a realização de conciliações e mediações processuais e pré-processuais, bem como a organização e a coordenação de mutirões, inclusive na Semana Nacional de Conciliação. Cada Centro Judiciário tem um juiz coordenador e, se necessário, um juiz auxiliar, para supervisão das atividades administrativas e da atuação dos conciliadores e mediadores.

Além do Cejusc/Cei, o TJDFT conta com o Núcleo Permanente de Mediação e Conciliação - NUPEMEC, e sete Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania: de Brasília - Cejusc/BSB; de Família de Brasília - Cejusc-FAM/BSB; dos Juizados Especiais Cíveis - Cejusc-JEC/BSB; de Taguatinga – Cejusc/TAG; de Planaltina - Cejusc/PLAN; de Sobradinho – Cejusc/SOB; e do Paranoá – Cejusc/PAR. 

Em janeiro desse ano, o Tribunal criou esses novos Centros de Solução de Conflito e Cidadania já inaugurados em 2015, faltando apenas a inauguração do Cejusc do Riacho Fundo que será realizada em breve.

Todos esses setores são vinculados à 2ª Vice-Presidência do TJDFT, comandada pelo desembargador Waldir Leôncio Junior, responsável pela política de mediação, de conciliação e de solução adequada de conflitos de interesses no âmbito da Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.