Memorial recebe a exposição Santas Mulheres e lançamento de revista

por VS — publicado 2015-03-06T19:45:00-03:00

exposicao santas mulheresO Memorial TJDFT - Espaço Desembargadora Lila Pimenta Duarte recebeu na noite desta sexta-feira, 6/3, o lançamento da exposição "Santas Mulheres", do artista plástico André Lafetá, e o lançamento da revista "A Mulher e a Justiça" da Associação dos Magistrados do Distrito Federal (AMAGIS-DF). A exposição homenageia o Dia Internacional da Mulher que será comemorado no dia 8/3. O evento foi organizado pela AMAGIS-DF. A exposição está aberta a servidores e visitantes até 18 de março.

André Lafetá, 57 anos, é natural de Montes Claros (MG), radicado em Brasília desde 1959. Artista plástico formado pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP-SP), atuou como diretor do Museu de Arte de Brasília (MAB). O artista plástico recebeu o Prêmio de Melhor Pintor do Salão de Artes Visuais de Brasília, em 2002, e atualmente realiza exposições no Brasil e no Exterior, além de atuar como consultor do SEBRAE na área de estamparia.

O artista explicou que utiliza a técnica de estamparia com pintura em tela, tinta acrílica, e falou do sentimento em expor no Memorial do TJDFT. “Fiquei muito feliz com o convite, pois é uma oportunidade de utilizar estas obras que eu já vinha desenvolvendo e participar desta ação em comemoração ao dia internacional da mulher. A data nos leva a refletir sobre a realidade da mulher, sua força e garra. Acho extremamente positivo esta homenagem”, disse André Lafetá. O artista recebeu os cumprimentos dos convidados na ocasião.

O Dia Internacional da Mulher remete à Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006), que representa uma grande conquista dos movimentos feministas em busca da erradicação, prevenção e punição da violência contra a mulher. A lei cria mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e estabelece medidas de assistência e proteção às mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

A exposição do artista se soma à programação da semana da mulher, prevista para acontecer do dia 9/3 a 13/3 no TJDFT, quando será lançada a campanha nacional "Paz em Casa", idealizada pela Ministra do STF Cármen Lúcia, que propôs a adesão a todos os Tribunais do País. Para a semana, o Tribunal prepara uma ampla programação que inclui atividades como corrida/caminhada, oficinas, palestras e mutirões em processos afetos à Lei Maria da Penha. O TJDFT lembra que, além da semana nacional, o mês de março será dedicado à mulher. Assim, além das ações concentradas na semana, várias atividades vão ocorrer durante todo o mês, organizadas não somente pelo Tribunal do DF, mas por instituições parceiras na composição da justiça e na aplicação da Lei Maria da Penha como: o MPDFT; o GDF, por meio da DEAM; a Secretaria da Mulher e a Defensoria Pública do DF. A campanha tem por principais objetivos a coibição da violência doméstica e familiar contra a mulher, a ampla efetivação da Lei Maria da Penha, com vistas à pacificação social, começando pela paz no seio das famílias. 

O Memorial TJDFT - Espaço Desembargadora Lila Pimenta Duarte, localizado no 10º andar do Bloco A, Ala A, funciona de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h.