Audiência para ouvir ex-Governador é remarcada

por BEA — publicado 2015-11-04T16:45:00-03:00

Nesta quarta-feira, 4/11, o juiz da 2ª Vara de Fazenda Pública do Distrito Federal determinou a remarcação da audiência de instrução onde seria ouvido o ex-Governador José Arruda, Durval Barbosa e demais réus.

A decisão foi proferida em razão do requerimento feito pela defesa do réu Geraldo Maciel, que solicitou que fosse juntado ao processo de improbidade, bem como permitido o acesso a todos os documentos referentes ao termo de delação premiada feito por Durval Barbosa.  

O magistrado, em concordância com o MPDFT, entendeu por solicitar os documentos à 7ª Vara Criminal de Brasília e redesignou as audiências para as datas de 16 e 18 de dezembro: "Diante da aquiescência manifestada pelo Ministério Público defiro a solicitação formulada pelo Ilustre Advogado do réu José Geraldo Maciel em objeto de adesão dos demais advogados dos demandados e determino que seja expedido ofício, com urgência, à 7ª Vara Criminal de Brasília, solicitando a remessa destes autos dos documentos, mídias e demais elementos probatórios mencionados pela defesa dos réus já indicados. Ficam desde já designadas as datas de 16 e 18 de dezembro de 2015 para o prosseguimento da presente audiência de instrução e julgamento, ficando desde já anotado que no dia 16 será procedida a oitiva dos réus Durval Barbosa Rodrigues e José Roberto Arruda, que saem desde já intimados desta solenidade. Será também colhido o depoimento do réu Paulo Octávio Alves Pereira, razão pela qual determino a expedição de mandado de intimação para tanto, com urgência. A audiência do dia 18 de dezembro de 2015 terá por escopo a oitiva dos réus José Geraldo Maciel, Luiz Paulo Costa Sampaio, Ricardo Pinheiro Penna, Roberto Eduardo Giffoni e Gilberto Batista de Lucena. As audiências designadas serão iniciadas às 13 horas. As partes declaram que não desejam agravar da decisão ora proferida. Ficam desde já intimados os presentes".

Processo: 2013.01.1.081889-9