Último dia de exposições de pintores cariocas no Memorial do TJDFT

por ACS — publicado 2015-11-20T09:30:00-03:00

exposicao sergio e marilia

Hoje, 20/11, é o último dia para os interessados conferirem a exposição de pintura a óleo sobre tela “Crônicas do Cotidiano”, de Sérgio Vidal, e a exposição de tela em acrílico intitulada “Expo Diversidades”, de Maria Cecília Rey, expostas no Memorial do TJDFT desde o dia 9/11. O Memorial está localizado no 10º andar do bloco A, ala A, do Fórum de Brasília, e funciona das 12h às 19h.

O pintor Sérgio Vidal da Rochanasceu no bairro da Gamboa, no Rio de Janeiro, em 1945. Seu primeiro contato com a pintura foi no atelier de Heitor dos Prazeres, que o inspirou carreira adiante. A primeira exposição de que participou foi em 1972. Sua pintura é considerada um comentário do cotidiano, uma crônica de costumes, um grito de protesto contra a violência e a injustiça social.

As pinturas de Sergio Vidal já foram expostas em diversas galerias do Brasil, Estados Unidos, Bélgica, França e México. No Tribunal, o artista traz telas inspiradas no cotidiano carioca, do trabalho ao lazer, como a rotina de uma oficina mecânica, um mutirão de obras, a volta da escola de uma família, até a alegria das rodas de samba, do boteco ou de uma disputa de bilhar entre amigos.

A pintoraMaria Cecília Reytambém nasceu no Rio de Janeiro. Foi lá que ela se formou professora, pelo Instituto de Educação, em 1959. Em 1978 veio morar em Brasília e fez curso de gravura com Leda Watson, assim como se formou em Teologia pela Universidade Católica de Brasília, já em 1981. Em 1983, interrompeu seus estudos de gravura para ir morar em Londres. Na Europa, desenvolveu seu gosto pela arte e aprimorou seu entendimento sobre pintura.

Nos últimos anos, passou a desenvolver trabalhos com a artista Eli Freire, tendo se especializado em quadros abstratos, contribuindo para a arte contemporânea. Nesta exposição, é possível conferir a variedade de formas e cores de seu trabalho. Ela também apresenta quadros com textos adornados com poemas e mensagens de amor e paz.

Serviço

O Memorial do TJDFT funciona de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h e permite visitas espontâneas e monitoradas. Para agendar visitas monitoradas, entre em contato pelo e-mail memoria@tjdft.jus.br ou pelos telefones (61) 3103-5894/5893/5863.

Memorial TJDFT - Espaço Desembargadora Lila Duarte foi inaugurado em 19 de abril de 2010, durante as comemorações do cinquentenário do Tribunal. O espaço abriga documentos, processos históricos, fotos e peças que remetem à trajetória do TJDFT. O Memorial está Vinculado à 1ª Vice-Presidência, coordenada pela desembargadora Carmelita Brasil.