Solidariedade no TJDFT ajuda crianças e adolescentes atendidos pela VIJ-DF

por LF/SECOM/VIJ-DF — publicado 2015-11-23T15:05:00-03:00

solidariedade no tjO programa Rede Solidária Anjos do Amanhã engaja o voluntariado interno e externo para promover direitos da infância e juventude

A Rede Solidária Anjos do Amanhã é um programa de voluntariado da Vara da Infância e da Juventude do DF, que destina bens e serviços advindos da sociedade às crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social atendidos pela Justiça Infantojuvenil do DF. 

Os voluntários da Rede podem ser qualquer pessoa física ou jurídica disposta a oferecer doações, talentos ou serviços. No TJDFT, há vários servidores e magistrados que participam das ações voluntárias da Rede. O juiz substituto da 3ª Vara Criminal de Brasília, Felipe de Oliveira Kersten, por exemplo, costuma colaborar com as campanhas, como as de arrecadação de roupas e calçados infantis. Recentemente, doou latas de leite em pó para destinar a bebês que vivem em uma entidade de acolhimento.

Em visita à sede da Rede Solidária, na última semana, foi recebido pelo juiz Renato Scussel, titular da VIJ-DF, e pela supervisora do setor, Flávia Fonteles. Kersten disse que elegeu o programa de voluntariado pela credibilidade de pertencer ao Poder Judiciário e por ser voltado às crianças e adolescentes. Segundo sua avaliação, a área da infância e da juventude é um segmento ainda abandonado pelas políticas públicas. “Precisamos investir nessa geração e retribuir todo o apoio que recebemos em nossa infância”, declarou.

Na oportunidade, Scussel disse que o Anjos do Amanhã foi criado porque as pessoas queriam fazer doações e trabalhar voluntariamente ajudando crianças e adolescentes e solicitavam à VIJ-DF indicações de entidades confiáveis. Por outro lado, o público atendido pela Vara sempre foi carente de bens e serviços e, muitas vezes, a medida protetiva aplicada pelo juiz não surtia efeito dada a ausência dos recursos disponíveis para executá-la. Foi assim que, em 2006, nasceu a Rede Solidária Anjos do Amanhã, um programa da VIJ-DF que serve como ponte entre os beneficiários e voluntários, ou seja, entre a necessidade e a vontade de exercer a responsabilidade social.

Durante a visita recebida pelo colega, Scussel ressaltou que “todos nós que levamos Justiça às pessoas temos esse papel missionário de promover a paz social, que também pode ser construída pelo trabalho voluntário, sem que nos afaste da nossa primordial função jurisdicional”.