Acusada de matar por dívida de droga é absolvida pelo júri popular

por AF — publicado 2016-08-02T18:30:00-03:00

O Tribunal do Júri de Brasília absolveu nesta terça-feira, 2/8, Izaura Batista dos Santos, acusada de assassinar Saulo Batista Ribeiro, vulgo “Júnior”. O crime aconteceu em outubro de 1999, entre o Conjunto Nacional e o Setor Bancário Norte.

Na sessão de julgamento, o MPDFT sustentou que a ré atraiu Júnior para o local do crime, onde um comparsa que a acompanhava o matou a tiros. O atirador nunca foi identificado. Segundo o órgão ministerial, o assassinato foi motivado por dívida de droga que a vítima tinha com Izaura.

Durante a votação na Sala Secreta, porém, os jurados não acataram a tese de acusação e votaram negativamente ao quesito autoria e positivamente em relação à absolvição.

O MPDFT ainda pode recorrer da decisão de 1ª Instância.


Processo: 2000.01.1.008860-6