Vara de Falências prorroga suspensão de ações contra supermercados Maia e Inbrapel

por SS — publicado 2016-06-02T15:15:00-03:00

A Vara de Falências, Recuperações Judiciais, Insolvência Civil e Litígios Empresariais do Distrito Federal proferiu decisões nos autos de recuperação judicial envolvendo os supermercados Maia de Taguatinha, Sudoeste e Arapoanga, bem como da indústria de embalagens Inbrapel, prorrogando, por mais 90 dias, o prazo de suspensão de todas as ações ou execuções contra as empresas - ressalvadas as hipóteses previstas nos parágrafos 1º e 2º do artigo 6º da Lei de Recuperações e Falências.

Processos:

2015.01.1.096068-4 (Maia Taguatinga);

2015.01.1.096077-2 (Maia Arapoanga);

2015.01.1.096081-0 (Maia Sudoeste); e

2015.01.1.096083-6 (Inbrapel).