TJDFT realiza evento para otimizar atuação dos cartórios no alcance das Metas Nacionais

por ACS — publicado 2016-10-14T12:00:00-03:00

II Diálogo CartorárioO Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios - TJDFT promove nesta sexta-feira, 14/10, por meio da Escola de Formação Judiciária - Ministro Luiz Vicente Cernicchiaro, o II Diálogo Cartorário: Metas Nacionais 2016. O evento tem por objetivo analisar oportunidades de otimização na atuação dos cartórios judiciais com vistas ao alcance das Metas Nacionais 2016 e debater propostas para a elaboração das Metas Nacionais 2017.

A mesa de abertura contou com a presença dos juízes assistentes da Corregedoria Luis Martius Bezerra Júnior e Caio Brucoli Sembongi e da juíza coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Brasília, Caroline Santos Lima. Na ocasião, o juiz Luis Matius ressaltou a importância da iniciativa. “As práticas, como o diálogo cartorário, buscam fundamentalmente a valorização e contextualização das dificuldades no trabalho, para que possamos alcançar um objetivo em comum”.II Diálogo Cartorário

O magistrado enfatizou ainda que essa é a primeira vez que se busca a colaboração de quem faz na prática, uma vez que o evento reúne diretores de cartórios judiciais do Tribunal e seus substitutos. Além disso, destacou a necessidade de “planejar metas que sejam factíveis, possíveis”, ou seja, específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais.

Durante o evento, serão abordados, no período da manhã, os temas: andamentos processuais que influenciam o alcance das metas, pelo coordenador substituto da Coordenadoria de Projetos e de Sistemas da 1ª Instância, Túlio Vieira Lins Parca; impacto das rotinas cartorárias nas metas e nos selos correicionais, pela servidora da Coordenadoria de Correição e Inspeção Judicial Juliana Ferreira Franco; selo de cumprimento das metas, pela coordenadora substituta do Núcleo Permanente de Gestão de Metas de 1º Grau, Fabiana da Cunha Cesar; conciliação pré-processual, pela juíza coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – Brasília, Caroline Santos Lima.

Na parte da tarde, será realizado o Painel Boas Práticas em Gestão Cartorária e Proposição de Metas para 2017, na área cível, pela diretora da 22ª Vara Cível, Lucélia Vilela, e pelo juiz assistente da Corregedoria, Luis Martius Holanda Bezerra Júnior, e na área criminal, pela diretora do Tribunal do Júri e Vara dos Delitos de Trânsito do Gama, Marcilea Guimarães Correa Cantarino, e pelo juiz assistente da Corregedoria Caio Brucoli Sembongi.