Homem pega 27 anos de prisão por crimes para vingar assassinato do irmão

por AF — publicado 2017-12-05T17:07:00-03:00

O Tribunal do Júri de Brasília condenou Edson Farias de Jesus a 27 anos e 6 meses de reclusão, em regime inicial fechado, por ter tentado matar três pessoas – e ter conseguido matar uma – para se vingar do assassinato de seu irmão. As vítimas foram Guilherme Cardoso de Andrade (fatal); Daniel Afonso da Silva; Elton Biserra de Andrade e Cristiano de Oliveira Afonso.

O crime aconteceu no dia 30/12/2011, por volta das 10h, na via Estrutural, no sentido Taguatinga/Plano Piloto, próximo ao viaduto Ayrton Senna. No dia dos fatos, o réu fechou o carro das vítimas, após uma perseguição, e passou a atirar contra elas. A motivação teria sido a morte do irmão Marco Aurélio Farias de Jesus, assassinado por um dos passageiros do veículo.

Edson de Jesus foi julgado por tentativa de homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e uso de meio que dificultou a defesa da vítima, art. 121, § 2º, I e IV, c/c art. 14, II, ambos do Código Penal, (por três vezes); e homicídio duplamente qualificado pelos mesmos motivos, art. 121, § 2º, I e IV.

Durante o julgamento, o MPDFT sustentou integralmente a denúncia e pediu a condenação do réu. A defesa, por seu turno, requereu a absolvição, alegando negativa de autoria. Subsidiariamente, pediu o afastamento das qualificadoras.

Os jurados aderiram integralmente à tese de acusação e votaram pela condenação dé Edson Farias de Jesus, nos termos da denúncia. O réu respondeu ao processo em liberdade e poderá recorrer da sentença na mesma condição

Processo: 2012.01.1.023268-2