Campanha do Material Escolar da VIJ/DF bate recorde de doações em 2017

por LC/SECOM/VIJ-DF — publicado 2017-02-16T08:15:00-03:00

Campanha Material Escolar resultadoDe 16 de janeiro a 10 de fevereiro, foram arrecadados mais de 6,7 mil itens destinados a crianças e adolescentes de 12 entidades de acolhimento

A Campanha do Material Escolar 2017, promovida pela Vara da Infância e da Juventude do DF (VIJ/DF) por meio do seu programa de voluntariado, Rede Solidária Anjos do Amanhã, superou as expectativas de arrecadação neste ano. Graças à solidariedade de voluntários anônimos ou organizados em grupos, a iniciativa conseguiu receber 6.770 itens, ultrapassando os 5.478 arrecadados no ano passado.

De acordo com o supervisor substituto da Rede Solidária, Gelson Leite, nesta edição houve muita mobilização por meio das redes sociais e também iniciativas de grupos de pessoas para fazer o bem. “Chamou-nos a atenção a atitude do grupo Amigos do Bem, que reúne 41 pessoas das mais variadas procedências. Esse grupo, sozinho, foi responsável pela doação de 1.041 itens. Uma vez por mês, eles se organizam pelo WhatsApp para ajudar uma causa e, por sugestão de uma voluntária, a Campanha do Material Escolar da VIJ/DF foi contemplada neste mês de fevereiro”, conta Gelson.

Além das doações do grupo, o supervisor destaca outras expressivas, como a realizada pela Papelaria ABC, que doou 100 kits de material escolar, e a de um grupo de voluntários que brindou a Campanha com 51 mochilas contendo cinco itens cada. Diante dessa importante adesão da sociedade civil, Gelson observa que, cada vez mais, as pessoas estão se organizando em grupos para se engajar em ações sociais.

A doação da ABC foi fruto de uma campanha feita pela própria Papelaria nas redes sociais e contou com o apoio da blogueira Julyana Mendes (Mãe de Sete) na divulgação. No momento da compra, o cliente tirava uma selfie e postava em sua rede social com a hashtag #voltaasaulassolidariaAbc. A cada 100 fotos postadas, a ABC montava um kit para doação, contendo lápis preto, cola branca, pasta, borracha, caneta de três cores, tesoura, régua, apontador, caixa de lápis colorido, caderno espiral e lapiseira.

Entidades beneficiadas

Com o sucesso da campanha, os materiais arrecadados irão beneficiar meninos e meninas de 12 entidades de acolhimento: Aldeias Infantis SOS, Ampare, Batuíra, Casa de Ismael, Casa do Caminho, Casa Transitória, Irmão Áureo, Lar de São José, Luz e Cura, Nosso Lar, UNAC (Central de Acolhimento) e Vila do Pequenino Jesus. Também serão contempladas famílias acompanhadas pelas seções técnicas da VIJ/DF e três outras assistidas pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) da Estrutural.

Às vésperas do início do ano letivo, as entidades contempladas ainda não tinham o material escolar necessário. “Realizamos um levantamento da necessidade e ficamos surpresos com o fato de que a maioria das instituições não tinha sequer 10% da demanda atendida. Boa parte delas fez campanhas independentes, mas sem o êxito esperado. Isso demonstra a importância da Rede Solidária como instância de mobilização”, declara Gelson.

A psicóloga Clara Pereira, das Aldeias Infantis SOS, registra a importância das doações para cada um dos acolhidos. “O material contribui para a inserção dessas crianças e adolescentes no mundo escolar, não só no que diz respeito ao sentimento de pertencimento a esse espaço e ao processo de formação do sujeito, mas também no sentido de ver contemplado um dos direitos fundamentais, que é a educação”, assegura. Clara também reitera que essas doações vão representar um grande apoio às entidades, haja vista o alto custo da compra de materiais escolares para tantas crianças e adolescentes. “Nosso sentimento é de gratidão para com todos aqueles que se mobilizaram para realizar essa ação”, conclui.

Voluntariado corporativo

Além das doações feitas por grupos, o voluntariado corporativo também participou ativamente da Campanha. Em termos numéricos, os servidores do TJDFT foram responsáveis por milhares de itens, recolhidos nos postos disponibilizados pela Associação dos Servidores da Justiça do Distrito Federal (Assejus). “Agradeço imensamente à Assejus, que providenciou postos de coleta, ajudou na divulgação da Campanha e recolheu os itens nos fóruns para levá-los à Rede Solidária”, afirma Gelson com gratidão.

Uma doação expressiva do voluntariado da Casa veio do ex-oficial de justiça do TJDFT Leandro Costa Borges, que trocou seus presentes de aniversário por 1.770 itens de material escolar, doados pelos seus convidados. A iniciativa do aniversariante contou com o apoio e entusiasmo da sua esposa, a oficial de justiça Lívia Pires.