Homicídio motivado por "encarada" em tênis é adiado

por Anacélia Fernandes — publicado 2018-01-26T18:05:00-03:00

O julgamento de Maycon Antônio Silva Costa pelo Tribunal do Júri de Ceilândia, marcado para acontecer nesta sexta-feira (25/1), foi adiado para o dia 21 de Março de 2018. O pedido de adiamento foi feito pela Defensoria Pública do DF. O réu é acusado de envolvimento, juntamente com Renato Gomes de Sousa, no assassinato de Silas Roger Correia de Sousa. O crime teria sido motivado por uma "encarada" de Silas no tênis de Renato.  

Consta dos autos que crime aconteceu no dia 14/6/2013, na praça situada atrás da Escola 12, na QNP 13, de Ceilândia. Segundo testemunho de amigos da vítima, Renato não teria gostado do jeito que a vítima olhou para o tênis que ele usava. Depois da discussão, os dois réus foram embora e voltaram numa moto, momento em que Renato deu um chute em Silas e efetuou dois disparos de arma de fogo, matando-o no local. Maycon, segundo as testemunhas, pilotava a moto e deu fuga para Renato.

Renato foi pronunciado por homicídio qualificado, por motivo fútil (artigo 121, §2º, inciso II) e por porte ilegal de arma (artigo 14, caput, da Lei 10.826/03). No entanto, durante a tramitação do processo, o Juízo foi informado de sua morte, sendo extinta a punibilidade em relação a ele.

Maycon será julgado por homicídio simples (artigo 121, caput); e por  por porte ilegal de arma (artigo 14, caput, da Lei 10.826/03).

 

Processo: 2013.03.1.022795-3