Corregedor do TJDFT doa livros para biblioteca e para projeto de estímulo à leitura

por ACS — publicado 2018-05-22T18:00:00-03:00

Estante Livre geral 2017O Corregedor do TJDFT, desembargador Humberto Ulhôa, fez uma doação de 959 livros à Biblioteca do TJDFT. Do total de obras, 225 foram incorporadas ao acervo da Biblioteca Desembargador Antônio Mello Martins, localizada no Fórum de Brasília, e a maioria, 734, serão utilizadas no projeto Estante Livre.

Diante do novo aporte de obras, estarão disponíveis à população, tanto na biblioteca quanto nas estantes livres, clássicos como: “Dom Quixote de la Mancha”, de Miguel de Cervantes; “Ilíada”, de Homero, ou “O Amor nos Tempos do Cólera”, de Gabriel García Márquez.

Estante Livre

Em funcionamento desde 2016, o projeto Estante Livre já disponibilizou mais de 10 mil livros à população que visita o Fórum de Brasília. O próximo passo é ampliar o programa para os 18 fóruns e renovar o estoque de livros para as estantes já existentes.

A Estante Livre é uma iniciativa da 1ª Vice-Presidência do Tribunal, desenvolvida por meio da Subsecretaria de Biblioteca - SUBIB. Nela, o público tem liberdade para escolher e levar os livros que desejar para casa, sem qualquer tipo de cadastro ou ação intermediária.

Caso queira, o interessado ainda pode ficar com a obra ou devolvê-la, para que mais pessoas desfrutem da leitura.

Doe Livros

Para ampliar a iniciativa, estão sendo arrecadados livros dos mais variados assuntos (literários, infantis, jurídicos, didáticos, biográficos, romances e livros de autoajuda, de ficção, de poesia e de contos, entre outros).

Faça sua doação em qualquer miniacervo dos fóruns do DF ou na Biblioteca Desembargador Antônio Mello Martins, localizada no subsolo do Fórum de Brasília.

Permita que mais pessoas tenham acesso à leitura e possam, com isso, promover transformações.