Acusados de matar por disputa de ponto de venda de drogas são condenados

por ASP — publicado 2018-10-16T19:23:00-03:00

O Tribunal do Júri de Brasília condenou três homens acusados de homicídio qualificado por motivo torpe, crime praticado em razão de disputa pelo controle dos pontos de venda de entorpecentes na região do Varjão do Torto.

De acordo com os autos, no dia 21 de novembro de 2010, por volta de 16h, em via pública do Varjão do Torto/DF, os réus teriam concorrido dolosamente para a morte de Felipe Damasceno dos Santos. No dia do fato, a vítima conduzia em via pública uma motocicleta quando foi atingida por disparos de arma de fogo. Os acusados estariam todos nas proximidades, em dois veículos, prestando apoio moral e material ao atirador.

Os réus Carlos Luís de Souza Pires, Robson Assunção Silva e Rodison Assunção Silva foram condenados pelo Conselho de Sentença. Assim, em conformidade com o resultado do Júri Popular, o juiz sentenciou Carlos à pena de 18 anos de reclusão, pois apresenta condenação criminal transitada em julgado por crime anterior ao do presente processo. Os irmãos Robson e Rodison foram condenados a 16 anos de prisão cada um. Todos os réus cumprirão a pena em regime inicial fechado.

Os acusados responderam ao processo soltos e conforme jurisprudência poderão apelar da decisão em liberdade.

Processo: 2011.01.1.001371-8