NJM/TJDFT abre 6ª edição do curso Maria da Penha vai à Escola no EAPE

por JO/AF — publicado 2018-09-03T15:55:00-03:00

NJM/TJDFT abre 6ª edição do curso Maria da Penha vai à Escola no EAPE Por meio do Núcleo Judiciário da Mulher – NJM, o TJDFT abriu na última quinta-feira, 30/8, a 6ª edição do Curso Maria da Penha vai à Escola. Tendo como público-alvo orientadores educacionais, gestores escolares, coordenadores, professores, monitores e profissionais da rede de ensino público, a atividade pedagógica visa trazer ao debate temas como gênero e violência contra a mulher; rede de proteção às mulheres; escolas do Distrito Federal e atendimento às situações de violência contra a mulher, com o objetivo de capacitar esses profissionais para informar a comunidade escolar quanto aos direitos das mulheres trazidos pela Lei Maria da Penha. 

As aulas inaugurais, relativas à turma matutina e à vespertina, foram ministradas pela professora da UnB Valeska Zanello e pelo Assistente Social do Núcleo Judiciário da Mulher – NJM, Marcos Francisco, respectivamente, e contaram com a presença de  servidores do NJM, do Núcleo de Assessoramento às Varas Cíveis e de Família – NERAF, dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Riacho Fundo, além de profissionais da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal – SEEDF e da rede de apoio.

Com carga horária de 60h/a, o curso foi elaborado, em conjunto, pelo TJDFT; o Centro de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação - EAPE, da Secretaria de Educação; o MPDFT; e a Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos - SEDESTMIDH, e está sendo realizado no EAPE, localizado na quadra SGAS 907 Sul. Além da aula inaugural, as aulas presenciais, com duração de 15h/a, vão acontecer em mais quatro encontros, nos dias 6/9, 4/10, 8/11 e 22/11, sendo, no turno matutino, das 8h30 às 11h30, e, no vespertino, das 14h às 17h.

A atividade faz parte do Projeto Maria da Penha vai à Escola, coordenado pelo Núcleo Judiciário da Mulher – NJM/TJDFT, com parceria do MPDFT; da Secretaria de Educação; da Secretaria de Segurança Pública; da SEDESTMIDH; da Polícia Civil do Distrito Federal; da Polícia Militar do Distrito Federal; da Defensoria Pública do Distrito Federal e da OAB/DF.