Juiz do TJDFT fala à TV Justiça sobre funcionamento e procedimentos nos juizados especiais

por MLC — publicado 2019-04-16T17:45:00-03:00

Juiz Pedro Yung-TayO juiz do TJDFT Pedro de Araujo Yung-Tay Neto concedeu entrevista sobre os Juizados Especiais para o Programa “Artigo 5º”, veiculado na TV Justiça nesta terça-feira, 16/4, às 12h30. Quem não assistiu, poderá acompanhar as reprises nas seguintes datas: quarta-feira, 17/4, às 20h30; quinta-feira, 18/4, às 18h; sexta-feira, 19/4, às 4h30; sábado, 20/4, às 14h e domingo, 21/4, às 14h, ou simplesmente clicando aqui.

O magistrado, titular do 3º Juizado Especial Criminal de Brasília, destacou que os juizados com maior demanda no DF são os cíveis e da Fazenda Pública. Durante o programa, ele explicou ainda o passo a passo dos procedimentos do juizado especial, como a conciliação, e respondeu perguntas do público.

“É o poder judiciário chegando cada vez mais próximo da população, do jurisdicionado para tentar prestar os nossos serviços”, foi assim que o juiz definiu o Juizado Itinerante, serviço prestado por um ônibus, com adequações, que se desloca até as localidades predefinidas e presta atendimento rápido, fácil e gratuito à população do Distrito Federal. Nesta terça-feira, 16/4, o Juizado Itinerante completou 20 anos de funcionamento.

Pedro Yung-Tay encerrou sua participação no programa falando sobre a importância de uma melhor educação para que crianças, jovens, adolescentes e profissionais saibam “chegar ao bom termo da solução dos conflitos de uma forma consensual, de uma forma equilibrada”.

O programa "Artigo 5º" fala sobre os direitos e garantias fundamentais do cidadão brasileiro, previstos na Constituição Federal, como o direito à vida, à igualdade entre homens e mulheres, ao voto e à herança. Ainda há direitos específicos como carga horária de trabalho, contratação de serviços e compra de produtos, entre outros.