TJDFT atinge 100% no índice de produtividade do CNJ

por RM/AB — publicado 2019-08-28T16:30:00-03:00

justica em numeros.jpgO TJDFT alcançou o resultado de 100% no Índice de Produtividade Comparada da Justiça (IPC-Jus). O índice abrange tanto a área judicial quanto a administrativa. O dado consta do relatório Justiça em Números, do Conselho Nacional de Justiça, que foi divulgado nesta quarta-feira, 28/8, durante a 2ª Reunião Preparatória para o XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário. O Presidente do TJDFT,  desembargador Romão C. Oliveira, esteve presente ao evento, juntamente com magistrados e representantes de áreas estratégicas do TJDFT.  O resultado é referente aos dados do Relatório Justiça em Números 2019.

O IPC‑Jus é um indicador criado pelo Conselho Nacional de Justiça que resume, em uma única medida, dados que refletem a produtividade e a eficiência relativa dos tribunais, permitindo comparações entre tribunais do mesmo ramo de Justiça e considerando o que foi produzido a partir dos recursos ou insumos disponíveis para cada tribunal. 

Outro bom resultado registrado pelo TJDFT é quanto à taxa de congestionamento líquida: 56% - a menor dentre os Tribunais estaduais de grande e médio porte.  Lembrando que a taxa de congestionamento mede a efetividade do tribunal em um período,  levando-se em conta o total de casos novos que ingressaram, os casos baixados e o estoque pendente ao final do período anterior ao período base. 

Os dados de produtividade do TJDFT e outras informações relativas à gestão da Casa estão disponíveis na página de Governança e Gestão Estratégica, na Internet.  No link Produtividade, é possível conferir, inclusive, os novos painéis disponibilizados referentes a dados do Justiça em Números e o módulo de Produtividade Mensal.

A reunião preparatória no CNJ tem como objetivo consolidar e apresentar as propostas de Metas Nacionais dos segmentos de Justiça para 2020, bem como divulgar os dados do Relatório Justiça em Números 2019 (ano-base-2018) e debater seus resultados. A programação do encontro prevê, ainda, discutir os Macrodesafios do Poder Judiciário para os próximos seis anos (2021-2026).

Este ano foi iniciado o processo de Revisão da Estratégia Nacional 2021-2026. Até o momento, foram realizadas três reuniões do Comitê Gestor Nacional da Rede de Governança Colaborativa, do qual o TJDFT participa como membro coordenador do Subcomitê Centro-Oeste, do segmento da Justiça Estadual.