CIJ/DF participa do lançamento de projeto voltado às crianças do DF

por SECOM/VIJ-DF — publicado 2019-02-15T08:30:00-03:00

CIJPrograma DF Criança vai ampliar atendimento a meninos e meninas do DF

Nessa quinta-feira, dia 14/2, a assessora da Coordenadoria da Infância e da Juventude do TJDFT (CIJ), Simone Resende, participou do lançamento do programa DF Criança – Semeando o Futuro, na Residência Oficial de Águas Claras – Governo de Brasília (ROAC), que contou com a presença de crianças e adolescentes da Guarda Mirim Social de Brasília, além de gestores, da primeira-dama e de outras autoridades do GDF. O programa é uma reformulação do antigo Criança Candanga e visa promover a atuação integrada dos órgãos públicos e sociedade civil para ampliar o alcance das políticas públicas de atenção às crianças e adolescentes no DF.

Ao abrir o evento, o secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha, explicou que o DF Criança representa o passo inicial do governo para dar atenção especial e prioritária às crianças e adolescentes do Distrito Federal. Ele disse que o programa será construído com a participação das secretarias e da comunidade e deverá ser duradouro. “À medida que novas ideias e necessidades surgirem, o programa as vai incorporando. Ele não é apenas para durar agora, mas deve permanecer por muito tempo”, ressaltou.

Com a palavra, a subsecretária de Políticas para Crianças e Adolescentes, Adriana Faria (servidora cedida do TJDFT), disse que o programa aproveitou objetivos e eixos de trabalho do projeto Criança Candanga, vigente no governo anterior, mas com outro formato de atuação para ampliar o alcance. “Criamos grupos executivos, reunindo quem tem afinidade com a área, para elaborar um plano de trabalho e, desse modo, assumir compromissos e responsabilidades para que o resultado efetivamente aconteça. A ideia é trazer a intersetorialidade e a transversalidade para nossa rotina”, afirmou a subsecretária.

A primeira-dama, Mayara Noronha, agradeceu o convite para ser a madrinha do projeto, que será gerido por Lívia Magalhães, e afirmou que se esforçará para estar à frente da elaboração e execução das ações. Disse que o lançamento inaugurou o “ROAC Portas Abertas” nesta gestão, para promover a visita da comunidade à Residência Oficial, onde acontecem reuniões, encontros e outros eventos. Em nome da Guarda Mirim Social de Brasília, o sargento Clayton Vaz e uma das crianças entregaram um certificado à primeira-dama para nomeá-la madrinha da Guarda Mirim. Em seguida, a programação do dia incluiu atividades infantis e os meninos e meninas visitaram os espaços da ROAC.

Para a assessora da CIJ, Simone Resende, é importante que o Judiciário esteja articulado com os órgãos e as ações do GDF, para incrementar e ampliar as políticas públicas voltadas às crianças e aos adolescentes do Distrito Federal. “O Estado deve trabalhar para intervir precocemente, no sentido de qualificar o atendimento às necessidades e aos direitos de meninos e meninas, para evitar que o Judiciário faça esse papel, de forma a reparar as lacunas deixadas pela falha das políticas públicas”, declarou Simone.

Compuseram também a mesa de abertura o secretário de Saúde, Osney Okumoto; o chefe da Casa Militar do DF, coronel Júlio César Lima de Oliveira; a comandante da Polícia Militar do DF, coronel Sheyla Soares Sampaio; e a esposa do vice-governador do DF, a advogada e empresária Ana Paula Hoff.