PJe alcança varas criminais de Taguatinga, Ceilândia e Brazlândia nesta sexta-feira

por SB — publicado 2019-06-05T16:52:00-03:00

PJeO Processo Judicial Eletrônico – PJe será implantado, nesta sexta-feira, 7/6, em unidades judiciárias do TJDFT localizadas em Taguatinga, Ceilândia e Brazlândia. O sistema será liberado para as seguintes classes: Ação Penal-Procedimento Ordinário, Ação Penal-Procedimento Sumário, Ação Penal-Procedimento Sumaríssimo, Ação Penal de Competência do Júri, Pedido de Busca e Apreensão Criminal, Sequestro, Restituição de Coisas Apreendidas,  Arresto/Hipoteca Legal, Relaxamento de Prisão e Liberdade Provisória com ou sem Fiança.

A implantação segue cronograma que pode ser acessado clicando aqui.

No Fórum Desembargador Antônio Melo Martins, da Circunscrição Judiciária de Taguatinga, o PJe será implantado no Tribunal do Júri, na 1ª, 2ª e 3ª Varas Criminais e no Juizado Especial Criminal. Na Circunscrição Judiciária de Ceilândia, Fórum Desembargador José Manoel Coelho, o sistema passará funcionar no Tribunal do Júri; na 1ª, 2ª, 3ª e 4ª Varas Criminais e no Juizado Especial Criminal. Já no Fórum Desembargador Márcio Ribeiro, da Circunscrição Judiciária de Brazlândia, o PJe será implantado na Vara Criminal e Tribunal do Júri e no Juizado Especial Cível e Criminal e Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher.

Consulta facilitada

Desde o dia 25/5, o TJDFT oferece aos jurisdicionados do Distrito Federal seu novo site de internet, mais moderno, intuitivo e otimizado para dispositivos móveis.  Na página inicial, é disponibilizado um link para o PJe que dá acesso ao sistema, a consultas processuais e ao Chat Online. O internauta também pode acessar autenticações e informações gerais. Nos dispositivos móveis, a funcionalidade também está disponível, com bastante destaque.

Para a realização de consulta processual no PJe em suas dependências, o TJDFT disponibiliza, gratuitamente e sem a necessidade de cadastro prévio, uma rede de internet sem fio denominada “TJDFT-CONSULTAPROCESSUAL. Com ela, os usuários podem também pesquisar endereços, telefones e outras informações de forma similar ao disponibilizado no site do TJDFT na internet. Importante ressaltar que, nessa rede, a navegação para outros sites externos ou à intranet do Tribunal é bloqueada.