CEJUSC/SUPER participa de palestra sobre educação financeira e superendividamento

por MLC — publicado 2019-03-14T18:25:00-03:00

Cejusc Super 2018O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e da Cidadania –Superendividados – Cejusc/Super, a Defensoria Pública do Distrito Federal - DPDF, a Escola de Assistência Jurídica da DPDF – Easjur e o Procon-DF promovem, nos dias 26/3 e 4/4, a palestra “Educação financeira e superendividamento – conceitos básicos e diretrizes de atendimento”. As inscrições devem ser feitas por meio do site www.escola.defensoria.df.gov.br.

O evento será realizado na Sede da Easjur, localizada no Setor Comercial Norte, Quadra 01, Lote G, Ed. Rossi Esplanada Bussiness, térreo.  No dia 26/3 e dia 4/4, as  turmas serão em dois horários: das 10h às 12h e das 14h às 16h.

A ação tem o objetivo de capacitar os participantes para que sejam capazes de identificar a situação de superendividamento, como também, indicar ao consumidor as ferramentas disponíveis para tratar o problema.

Entre os temas a serem abordados estão conceitos básicos de gestão financeira; principais questões psicossociais relacionadas à gestão financeira; conceito de superendividamento e a complexidade do fenômeno; indícios comportamentais de superendividamento; além do Programa Superendividados do TJDFT, seu objetivo e etapas.

CEJUSC/SUPER

Vinculado à 2ª Vice-Presidência do TJDFT, tem como objetivo a prevenção, o tratamento e a resolução de conflitos envolvendo consumidores em situação de superendividamento. O serviço é gratuito e atende todos os cidadãos do DF. Para participar, basta enviar um e-mail para super@tjdft.jus.br, com nome completo, CPF, endereço e telefones para contato.

Na frente de trabalho “Prevenção”, o CEJUSC/Super promove palestras e mesas-redondas gratuitas que estimulam o público a compreender a relação entre consumo, poupança e crédito, avaliando opções para administração de seus recursos financeiros de maneira consciente e identificando alternativas de resolução amigável de conflitos financeiros. As iniciativas visam ainda colocar em pauta, de forma crítica, a temática Superendividamento, para, assim, fomentar uma discussão prospectiva das causas e impactos do fenômeno no âmbito social.

Por meio da frente "Tratamento", são realizadas oficinas de educação financeira, orientação individualizada e iniciativas psicossociais (grupos temáticos, constelação familiar e orientação psicossocial individualizada, conforme o interesse), que ajudam o consumidor a encontrar e reparar a origem da situação de superendividamento e o deixa mais capacitado para as sessões de conciliação com os credores.

Está com dificuldade para lidar com seu dinheiro e sair do vermelho, acesse a página do Cejusc/Super e saiba mais.