TJDFT promove palestras para terceirizados sobre inclusão e não discriminação

por SB — publicado 2019-11-29T18:41:00-03:00

juiz Fabio Francisco Esteves.jpgNa tarde desta sexta-feira, 29/11, o TJDFT promoveu duas palestras para vigilantes e recepcionistas que atuam nas unidades do Tribunal.  O juiz Fábio Francisco Esteves falou sobre “O Direito a não discriminação" e a supervisora do Núcleo de Inclusão, Simone Consenza, abordou "A Inclusão da pessoa com deficiência no TJDFT".  O evento faz parte da programação semestral de reciclagem dos terceirizados e  está sendo realizado pela Assessoria de Segurança Institucional - ASI. 

Os palestrantes falaram hoje para um público de cerca de 180 pessoas. Mas para que todos os terceirizados que trabalham no atendimento ao público sejam alcançados, as palestras serão reapresentadas neste sábado, 30/11, para outro grupo de 180 pessoas.

Em sua fala, o juiz Fábio Esteves ressaltou a importância do trabalho dos vigilantes e recepcionistas, já que são as primeiras pessoas que o jurisdicionado encontra quando chega à Casa da Justiça. Em seguida explicou conceitualmente o significado dos termos discriminação, preconceito e racismo, e abordou a questão das minorias. Finalizou demonstrando os vários aspectos do direito a não discriminação. 

Simone Cosenza, a seu turno, explanou sobre conceitos e direitos da pessoa com deficiência e forneceu palestra para vigilantes.jpginformações de como se comportar no momento de prestar o atendimento. 

O evento também contou com a participação do servidor Carlos Alberto, que falou sobre as barreiras atitudinais enfrentadas pelas pessoas com deficiência.

As palestras são mais uma iniciativa do TJDFT no sentido de aprimorar o serviços que presta à população do Distrito Federal e de cumprir sua missão de "proporcionar à sociedade do DF o acesso à justiça e a resolução dos conflitos, por meio de um atendimento de qualidade, promovendo a paz social”.

Foto: Daniel Coelho Moutinho - NBastian/Divulgação TJDFT