Desembargador do TJDFT realiza palestra sobre Cannabis em congresso de direito médico

por ACS — publicado 2019-09-04T13:35:00-03:00

CFM.jpgNos dias 4 e 5/9, ocorrerá o IX Congresso Brasileiro de Direito Médico, promovido pelo Conselho Federal de Medicina – CFM na sede da Associação Médica de Brasília, Setor de Clubes Sul. O desembargador George Lopes Leite, diretor-geral da Escola de Formação Judiciária – Ministro Luiz Vicente Cernicchiaro do TJDFT, será um dos conferencistas da tarde de hoje (13h30) e abordará o tema “Autorização judicial para plantio de Cannabis”.

A nona edição do congresso terá como pauta de discussões os aspectos médicos, éticos e a judicialização da saúde; a responsabilidade penal do médico; a implantação plena do Sistema Único de Saúde, entre outros, e contará com a participação de personalidades do meio acadêmico, profissionais da saúde, do Judiciário nacional e operadores do Direito.

O diretor-geral da Escola falará aos participantes sobre os pressupostos sociais e jurídicos do caso Júlia, jovem detentora da Síndrome de Silver-Russel, para quem os médicos indicavam o uso Terapêutico de derivados de maconha (THC e cbd), como forma de abrandar o drástico quadro sintomático apresentado.

O caso é objeto do premiado documentário “Salvo conduto – inexigibilidade de conduta diversa”, no qual a cineasta Fernanda Carvalho apresenta essa triste realidade, contando a história de Júlia e outras famílias em situação assemelhada.

Nas palavras do desembargador, “não se deve obstaculizar o direito à felicidade de tantas famílias que sofrem as agruras de uma doença dolorosa, grave e incurável! Não pode a classe médica e jurídica serem insensíveis a essa realidade”.

As inscrições para o IX Congresso Brasileiro de Direito Médico estão esgotadas, mas o evento será transmitido ao vivo na plataforma YouTube.

Com informações da Escola de Formação Judiciária do TJDFT