TJDFT participa do 1º Encontro Nacional de Acessibilidade e Inclusão

por SB — publicado 2019-09-20T14:04:00-03:00

Foto da servidora Simone Cosenza falando na mesa do seminárioA supervisora do Núcleo de Inclusão do TJDFT, Simone Cosenza, participou, na tarde dessa quinta-feira, 19/9, do 1º Encontro Nacional de Acessibilidade e Inclusão, promovido pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ. No primeiro painel do encontro, intitulado “Acessibilidade comunicacional e serviços”, a supervisora apresentou a experiência do TJDFT, abordando o tema “Desafios do cadastro da pessoa com deficiência”.

O evento está sendo realizado no salão de recepções do STJ e prossegue até esta sexta-feira, 20/9, com transmissão ao vivo pelo Youtube.  O evento traz palestras sobre práticas inclusivas em suas dimensões arquitetônica e urbanística; comunicacional e de serviços; tecnológica; gestão de acessibilidade e atitudinal. Clique aqui para ver a programação.

O objetivo do encontro é estimular os órgãos do Poder Judiciário a implementar as normas e diretrizes da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, da Lei Brasileira de Inclusão das Pessoas com Deficiência (13.146/2015) e da Resolução 230/2016 do Conselho Nacional de Justiça.

Núcleo de Inclusão

Em 2009, o TJDFT instituiu o Núcleo de Inclusão por meio da Portaria GPR 811/09. Subordinada diretamente à Presidência da Casa, a unidade foi criada com a responsabilidade de planejar, implementar e promover ações integradas no sentido de viabilizar a efetiva inclusão da pessoa com deficiência. Em junho de 2015, pela Portaria Conjunta 63/2015, o Tribunal regulamentou seu Programa de Inclusão que passou a ser coordenado pela Comissão Multidisciplinar de Inclusão composta por dois juízes, pelo Núcleo de Inclusão, por outros nove setores da casa e também por servidores efetivos ocupantes de vaga reservada às pessoas com deficiência.

Com informações e foto do STJ