Júri de Brasília retoma julgamentos de réus presos com adoção de medidas sanitárias

por ASP — publicado 2020-08-07T18:53:00-03:00

Sessão do júri ocorreu na tarde desta quinta-feira, com distanciamento entre jurados e uso de EPIs

A Vara do Tribunal do Júri de Brasília retomou na tarde desta quinta-feira, 6/8, os julgamentos presenciais de réus presos. A sessão foi realizada com a observância de todas as medidas preventivas sanitárias, previstas em lei, contra o novo coronavírus.

Entre os cuidados que foram tomados no julgamento desta quinta estavam o fornecimentos de álcool gel aos presentes na sessão, uso obrigatório de máscara facial e face shields, e distanciamento de, pelo menos, 1,5m entre os participantes. Além disso, foi disponibilizado servidor da limpeza para desinfecção das áreas comuns e plenário, sempre que o magistrado julgasse necessário.

A sessão foi fechada ao público e, por precaução, o presidente do Júri não permitiu a presença de parentes do réu nem da vítima, só participando do ato aqueles considerados indispensáveis à realização da sessão.  

Dos jurados intimados a compor o conselho de sentença, 21 compareceram à sessão, sendo dispensados três integrantes, que compunham grupo de risco.

O processo em análise versou sobre um homicídio ocorrido na Cidade Estrutural, com uso de arma de fogo, praticado contra Clarismar de Jesus dos Reis. O acusado restou condenado a 12 anos de reclusão, em regime fechado e não poderá recorrer da decisão em liberdade.

Mesmo com as medidas de prevenção adotadas, o reinício dos julgamentos presenciais está acontecendo de forma gradual, conforme disposto na Portaria Conjunta 72/2020.

PJe: 0713062-33.2019.8.07.0001