TV Justiça destaca audiências de conciliação virtuais realizadas pelo TJDFT

por ACS — publicado 2020-12-14T13:50:00-03:00

Screen Shot 2020-12-14 at 12.51.27.jpgMatéria veiculada na TV Justiça, na edição de sexta-feira, 11/12, do Jornal da Justiça, deu destaque à audiências de conciliação realizadas por videoconferência nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC do TJDFT. 

Na reportagem, que é parte de uma série sobre as mudanças no Judiciário que vieram a partir da pandemia causada pelo novo Coronavírus, a servidora Andrezza Passani, coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e de Cidadania dos Juizados Especiais Cíveis de Brasília, conduziu uma audiência de conciliação e falou sobre outras audiências por videoconferência em situações inusitadas, o que, para ela é uma das “especificidades” das audiências virtuais.

De acordo com a reportagem, de abril a outubro deste ano, o TJDFT realizou mais audiências virtuais  até mesmo que o TJSP. Para o Desembargador do TJSP, José Carlos Ferreira Alves, “as audiências virtuais trazem diversas vantagens, tais como a rapidez no agendamento, a disponibiidade de pautas, a redução de custos de transportes, o encurtamento de distâncias, a praticidade, o alcance de pessoas residentes em lugares distantes, a segurança digital”, afirmou.

Por fim, a reportagem tratou da recente Resolução 358/2020 do CNJ que regulamenta a criação de soluções tecnológicas para a resolução  de conflitos pelo Poder Judiciário por meio da conciliação e mediação, indicando que as audiências de conciliação e mediação por videoconferência vão continuar mesmo com o fim da pandemia.

Clique aqui para assistir à reportagem, disponível no canal da TV Justiça no Youtube.