Júri condena homem que tentou matar transexual após receber flerte

por ASP — publicado 2020-03-11T18:35:00-03:00

O Tribunal do Júri de Ceilândia, em sessão de julgamento realizada no dia 5/3, condenou Henrique Lima da Silva a sete anos de reclusão, por ter dado golpes de faca em Hosemar de Jesus Abade de Oliveira, nome social Yasmin, em razão de a vítima ter flertado com ele em uma festa. Segundo os autos, o crime ocorreu no dia 3 de junho de 2018, no Setor de Indústrias de Ceilândia.

De acordo com o juiz presidente do Júri, “a vítima foi gravemente atingida e sofreu severo ferimento, sendo internada no hospital e submetendo-se a laparotomia exploratória, a denotar a intensa lesão. Ficou, nos termos de seu depoimento, vários meses afastada de suas atividades laborais”.

Segundo o magistrado, Henrique Silva possui maus antecedentes, dada uma condenação criminal definitiva, e deverá cumprir a pena, inicialmente, em regime fechado, além de não poder recorrer da sentença em liberdade.  “Em paralelo, vê-se que a reiteração delitiva precisa ser evitada”, ressaltou o juiz.

PJe: 0006857-57.2018.8.07.0003