TJDFT disponibiliza material educativo sobre violência contra a mulher

por CS — publicado 2020-03-24T10:55:00-03:00

ebook_Maria-da-Penha.jpgO Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, por meio do Núcleo Judiciário da Mulher – NJM, decidiu disponibilizar, gratuitamente e totalmente on-line, uma série de vídeo-aulas do projeto Maria da Penha Vai à Escola – MPVE, bem como o e-book do curso Educar para prevenir e coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, oferecido pelo programa.

Diante da orientação de quarentena imposta à comunidade do DF e do país, por conta do novo cononavírus COVID-19, a iniciativa visa atender interessados em estudar a temática da violência doméstica contra a mulher, durante este período que se espera seja breve, além de concorrer para a disseminação de informação correta sobre o assunto, promovendo a conscientização do maior número de pessoas. 

O material inclui aulas com juízes do Tribunal, defensores públicos, promotores do MPDFT, entre outros parceiros do MPVE, e pode ser visto no canal do TJDFT no YouTube, onde uma playlist sobre o tema foi adicionada. Importante ressaltar que todo o conteúdo é gratuito e on-line. Você não precisa sair de casa nem pagar nada para acessar.

Os interessados podem, também, acessar artigo da juíza Gislaine Carneiro, titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Santa Maria e coordenadora do NJM, publicado no jornal Correio Braziliense, em que a magistrada fala sobre a forma omissa como a sociedade encara os casos de violência doméstica contra a mulher, cultura e valores machistas, além da exigência de mais proatividade por parte das pessoas na busca por respeito, igualdade e paz social.

Lembrando que, em tempos de isolamento social, os lares podem ser ambientes perigosos para muitas mulheres. Por isso, mesmo em quarentena, caso ouça algum barulho estranho que possa parecer uma discussão, briga ou agressão doméstica, denuncie. Ligue 180 ou 190.

O enfrentamento à violência contra a mulher é uma luta de todos nós. #NãoSeCale #PazEmCasa