Juízes do TJDFT participam do XII Fonavid que discute as pandemias de violência doméstica e da Covid-19

por CS — publicado 2020-10-21T14:06:00-03:00

foto fonavd.jpegA juíza de Direito Luciana Lopes Rocha, titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Taguatinga e coordenadora do Núcleo Judiciário da Mulher do TJDFT, participou nesta terça-feira, 20/10, do XII Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher – Fonavid, que acontece nesta edição de forma totalmente on-line, em virtude das orientações de distanciamento social.

A magistrada compôs a oficina sobre Análise e interpretação do Formulário Nacional de Avaliação de Risco, ao lado da juíza Madgéli Frantz Machado, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul – TJRS, ambas integrantes do Grupo de Trabalho instituído pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ para criação e implantação do documento. Também participou da atividade a psicóloga Marcela Novais Medeiros, do Programa Violeta do Hospital Materno Infantil de Brasília – HMIB, da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

Já a juíza de Direito Cristiana Torres Gonzaga, do JVDFCM do Recanto das Emas, integrou nesta quarta-feira, 21/10, a sala legislativa que discutiu projetos de lei específicos sobre a temática, que são de interesse do Fórum.

fonavid_sala.jpegO Fonavid teve início nesta segunda-feira, 19/10, e segue até a próxima sexta, 23/10, com debates sobre o tema Violência de Gênero e Covid 19: Desafios no enfrentamento de duas pandemias do Século XXI. Entre os assuntos discutidos pelos participantes estão as dificuldades do Judiciário no enfrentamento à violência de gênero, as discriminações de gênero, raça e etnia e seus reflexos durante a pandemia, bem como o impacto no mercado de trabalho.

O XII Fonavid é realizado pelo Conselho Nacional de Justiça e presidido pela magistrada Jacqueline Machado, do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul – TJMS.  A abertura do evento contou com as presenças da integrante da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, Flávia Piovesan; do Presidente do CNJ, ministro Luiz Fux; da Conselheira do CNJ Maria Cristiana Ziouva; da Presidente do Colégio de Coordenadores da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário Brasileiro – Cocevid, desembargadora Salete Silva Sommariva; e da Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB, Renata Gil. O juiz do TJDFT e Presidente da Associação do Magistrados do Distrito Federal – Amagis/DF, Fábio Esteves, também participou da cerimônia inaugural.

As palestras do Fonavid são abertas ao público, basta acessar aqui para acompanhar. As oficinas são restritas a magistrados e magistradas e às equipes multidisciplinares dos tribunais. 

Clique aqui e confira a programação completa do Fórum.