Justiça mantém prisão de autuado por tentativa de latrocínio contra jornalista

por ASP — publicado 2022-04-18T18:58:00-03:00

Nesse domingo, 17/4, a juíza substituta de plantão do Núcleo de Audiência de Custódia - NAC converteu em preventiva a prisão em flagrante de José Felipe Leite Tunholi , autuado pela prática, em tese, de tentativa de latrocínio e corrupção de menor.

Ao decidir sobre a manutenção da prisão do autuado, a magistrada destacou que se faz necessária para a manutenção da ordem pública, “isso porque o crime cometido pelo autuado, em tese, foi concretamente grave, o que justifica sua segregação cautelar”. 

Segundo a magistrada, o auto de prisão em flagrante narra que o crime foi cometido com concurso de agentes, com uso de faca, e a vítima apresentou diversas lesões graves, o que, no entendimento da juíza, “extrapola a gravidade inerente ao tipo penal, existindo, portanto, justificativas objetivas para a permanência da custódia, diante da periculosidade e o risco de novas incursões”.

Assim, apesar da primariedade do autuado, a julgadora entendeu que a prisão preventiva de José Felipe “é impositiva”

O inquérito policial foi encaminhado para a 2ª Vara Criminal de Brasília, onde tramitará o processo.

Acesse o PJe1 e confira o processo: 0713291-85.2022.8.07.0001