Webinário aborda impacto emocional no profissional que trabalha com crianças e adolescentes vítimas de violência sexual

por CS — publicado 2022-05-09T10:00:00-03:00

Audiodescrição Arte Divulgação do Webinário Impacto Emocional na(o) profissional que lida com crianças e/ou adolescentes vítimas de violência sexual. 11 de maio de 2022, das 14 horas às 16 horas. Pelo canal do TJDFT Oficial no Youtube. Rebecca Ribeiro Mucci, Psicóloga e Supervisora do NERCRIA/TJDFT. Ilustração de uma mulher encolhida, segurando os joelhos no canto direito em um fundo com textura de concreto. À esquerda, a fotografia da palestrante em um círculo. Assinaturas: Centro 18 de Maio, Secretaria de Educação/GDF e NJM - Núcleo Judiciário da Mulher/TJDFT.Ao longo de todo mês de maio, o TJDFT, em parceria com a Secretaria de Educação do Distrito Federal - SEEDF e a Secretaria da Justiça e Cidadania do DF - Sejus/DF, promove uma série de ações em atenção ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado em 18 de maio. Para além da prevenção e enfrentamento dos casos de violência contra meninos e meninas, a programação atentou-se, também, para os profissionais que atuam com as vítimas desse tipo de violência.

Assim, nesta quarta-feira, 11/5, a abertura da programação será com o webinário Impacto Emocional na (o) Profissional que Lida com Crianças e/ou Adolescentes Vítimas de Violência Sexual, com participação da psicóloga e servidora do TJDFT Rebecca Ribeiro Mucci. A transmissão acontece pelo canal oficial do TJDFT, no YouTube, a partir das 14h. Não há necessidade de inscrição e, ao final, os participantes podem solicitar certificado de participação, por meio de link disponibilizado na descrição do evento. 

Especialista e atuante na área há cerca de 20 anos, a palestrante considera que reconhecer os impactos que podem atingir o profissional que atua diretamente com vítimas de violência sexual é o primeiro passo para entender como a atuação pode ser efetivamente protetiva para a criança e/ou adolescente. “Ter contato com histórias de violência sexual contra crianças e adolescentes afeta qualquer ser humano, inclusive profissionais que trabalham com isso. Por mais conhecimento que se tenha, existe uma dimensão que geralmente não se fala ou compartilha que são as emoções e sentimentos que esses casos geram e que reverberam na subjetividade do profissional, nas suas crenças e valores, e que podem mobilizar de forma a atuar efetivamente ou não na interrupção da violência. Às vezes, nos mobiliza a agir, outras vezes nos paralisa, entre outros ações e reações”, explica.

A convidada acredita que, muitas vezes, o profissional que trabalha nos casos de violência sexual sente-se sozinho, impotente e sem saída para a situação. Por isso, a necessidade de se abrir espaço para falar sobre o assunto. “Vamos falar sobre o que o próprio profissional, a equipe de trabalho e as instituições podem fazer”, adianta a psicóloga, que vai abordar, ainda, sobre as dificuldades enfrentadas e o possível adoecimento, como burn out, trauma secundário e esgotamento emocional. “A importância de abordar esse tema está em identificar quando acontece e buscar recursos, sobretudo para prevenir o adoecimento”.

A palestrante

Rebecca Mucci é psicóloga graduada pela Universidade de Brasília (UnB), Mestre em Psicologia Clínica e Cultura pela mesma instituição, Especialista em Terapia Familiar e de Casais pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUCGO/INTERPSI). No TJDFT, atua na Coordenadoria Psicossocial Judiciária (Coorpsi) do Núcleo de Assessoramento sobre Violência contra Crianças e Adolescentes (Nercria).